PUBLICIDADE

Página Principal : Sociologia


As desigualdades socias na optica de Weber: Contraposição com Durkheim



Enquanto Durkheim se inquieta com a maneira pela qual a coesão social ou a densidade moral se impõem ao homem através das diferentes formas de coerção, Max Weber analisa as razões que esse homem dá, ele próprio, quando aceita submeter-se. Weber assume as deigualdades sociais não tanto a partir das estruturas económicas e sociais, mas como efeitos das acções estratégicas dos actores sociais. A abordagem Weberiana define, pois, as  desigualdades como derivadas das acções ora colectivas ora individuais.

O modo de olhar a sociedade por Weber oferece um forte contraste com o de durkheim na medida em que weber concebe a sociedade como algo resultante pela luta do poder entre classes, grupos e categorias sociais em três planos: económico, social e politico.

A exclusão social para Weber é resultante ora das formas de concorrência e competição nos diversos mercados de trabalho, ora das relações fechadas, próprias de certos circulos que monopolizam ou restringem o acesso a determinados bens, saberes ou funções, ora ainda da desigual atribuição e distribuição de poderes e recompensas  pela via polito-partidária.

Portanto, a exclusão social implica a discriminação ou mesmo eliminação do outro dando lugar á formação de grupos sociais, económicos e politicos que tendem a limitar a concorrência através da criação de monopólios. São estes processos de fechamento que estão na origem da posse da propriedade territorial. o objectivo é limitar ou fechar o acesso ou a oportunidade de outros tirarem vantagens sociais e económicas.

Weber tem uma visão oposta a Durkheim porque tem uma metodologia pluricausal e assume o poder como uma caracteristica central das sociedades.

Em conclusão, as desigualdades sociais são meros efeitos das acções estratégicas dos actores sociais. As desigualdades sociais não são resultantes dos lugares ocupados nos processos produtivos (Marx) e na divisão social do trabalho (Durkheim), mas como derivadas das acções colectivas ou individuais dos actores sociais. Esta óptica dá mais importância ao lado interactivo e organizacional, são menos estruturalistas e mais accionalistas.



Veja mais em: Sociologia

Artigos Relacionados


- O Conhecimento Do Quotdidiano
- Desigualdade E Exclusão Social
- A Corrente Estruturo Funcionalista E As Desigualdades Sociais
- Função Da Punição Segundo Durkheim
- O Sistema De Tipos Ideais Segundo Weber
- Economia E Sociedade: Fundamentos Da Sociologia Compreensiva. Vol. 1
- As Regras Do Método Sociológico

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online