PUBLICIDADE

Página Principal : Sociologia


Desigualdades de género



A diferança de sexos está baseada nas diferenças biologicas ou anatómicas entre homens e mulheres. As diferenças de género são diferenças sociais, culturais e psicológicas entre homens e mulheres que se estabelecem através de um conjunto de referências específicas: biologicas, divisão sexual do trabalho, procriação e reprodução. A diferenciação social entre homens e mulheres nasce, portanto, de representações que temos do feminino e do masculino. Estas representações vêm da socialização do género que começa na interacção entre pais e filhos que têm atitudes diferentes entre filhos e filhas, As diferenças vêm simentar as diferentes entidades.

Várias perspectivas abordam esta temática:

As teorias socio-biológicas- o homem é concebido pela força, agressividade e a mulher tem uma condição que propicia o doméstico. Estas diferenças sexuais vão traduzir diferentes identidades. As diferenças entre homem e mulher estariam nos genes e caracteres selectivos.  

Teoria de Freud - as diferenças de género baseam-se na posse ou não de pénis. A posse de pénis é a autoridade, disciplina, dominação sobre a mãe.

Teoria de Choradaw  - a identificação e submissão da mãe, da mulher vem do corte e separação que a criança faz da mãe. O corte que a menina faz com a mãe não é tão forte, ao passo que ao rapaz se pede desde cedo que seja independente.

Teorias Sócio-estruturais - as relações de dominação devem ser avaliadas com base nas contradições inerentes aos conflitos de classe, género numa sociedade patriarcal. Divisão social e sexual do trabalho que condiciona as trajactórias de ambos os sexos. Se a mulher está numa posição inferior ao homem é porque lhe dão uma posição reprodutiva e produtiva na familia.

Perspectiva interaccionalista e simbólico - valorativa - o género é um conceito cosntruido através da interacção que temos com os outros. Negligenciam os efeitos estruturais da sociedade patriarcal da raiz do género.

Modelo organizacional do poder - São os homens que detêm as alavancas do poder em vários niveis e instituições tendendo a perpetuar-se a relação de submissão e dominação.

Modelo Marxista - as assimetrias sexuais estão ligadas às desigualdades de classe e têm como base toda a sociedade capitalista que é diferenciada.



Veja mais em: Sociologia

Artigos Relacionados


- Sans-culottes
- Desenvolvimento E Comportamento Humano
- A Formação Da Cidade. In: A Política
- Mecanismos E Agentes De Socialização
- Neocolonialismo X Colonialismo
- Todos Os Dias Das Mulheres !
- Estudos Feministas: Um Esboço Crítico

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online