PUBLICIDADE

Página Principal : Sociologia


Geografia de lugar nenhum ou hiperglobalização



?Geografia de lugar nenhum ou hiperglobalização: breve exame do mundo pós-moderno? é um título que quase já é o resumo desse artigo de Georges Benko. É um texto curto, mas que trata de assuntos grandes, tais como território; local e global; globalização, cosmopolitismo; transnacionalização e mundialização. Especificamente, o artigo responde à pergunta: ?Que vem a ser uma geografia de lugar nenhum??. A resposta tem a ver com a dinâmica intensa através da qual surgem lugares intercambiáveis, similares em qualquer parte do mundo, por onde passamos rápido e sem conhecer ou encontrar ninguém. Esses lugares são engendrados pela grande mundialização das trocas de todos os tipos, da circulação e das práticas de consumo. É a espetacularização do mundo que ocorre também pelas placas indicativas de lugares que não paramos para conhecer. É também a simultaneidade do mundo e da história através da internet e outros meios tecnológicos contemporâneos. O autor conclui sua abordagem afirmando que a pós-modernidade encontra nesses não-lugares sua expressão mais cabal. Esses não-lugares, que fazem parte de uma não-geografia, também podem ser fora-de-lugares ou até meio-lugares.

Esse texto faz parte da coletânea de ensaios que formam a obra Território: globalização e fragmentação (organizada por Milton Santos. HUCITEC, 1994).




Veja mais em: Sociologia

Artigos Relacionados


- Globalização
- Perspectivas Geográficas
- Mídias Locativas E Territórios Informacionais
- Mundialização Do Capital
- Ousadia
- Ser De Carlão: O Espaço De Pertença E As Representações Da Identidade
- A GlobalizaÇÃo

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online