PUBLICIDADE

Página Principal : Educação


Antonio Gramsci e a Escola Unitária



Este é mais um resumo da série que compus com o objetivo de deixar em forma sistematizada os apontamentos principais de minhas aulas em uma Universidade Brasileira. Este resumo é indicado a todos os leitores do Shvoong, em especial aos meus alunos da já referida Universidade, os quais espero sinceramente que gostem de mais este texto e possam ver nele uma utilidade tão grande quanto a que imaginei que ele tivesse quando foi criado.
Dando continuidade aos apontamentos indicados no resumo anterior sobre Antonio Gramsci (ver o resumo: Antonio Gramsci e a Sociologia da Educação, publicado aqui mesmo no shvoong), irei procurar trazer alguns elementos para que seja possível compreender qual o papel da Educação (e principalmente da escola) na Teoria Social (revolucionária) de Antonio Gramsci.
Em relação ao projeto revolucionário de Gramsci como um todo, é possíveldizer que todo ele se coloca na dimensão cultural e ideológica. Como Gramsci é um pensador marxista, ele vai partir do princípio que esta revolução mesmo sendo cultural, irá acontecer a partir de elementos concretos da realidade. Assim, este projeto de revolução cultural no qual a classe trabalhadora assumiria o controle da sociedade ocorre apoiado em dois suportes: 1) O intelectual orgânico (o qual já detalhei a ação no resumo anterior); 2) A escola unitária. Iremos agora analisar o papel da escola unitária neste processo de revolução cultural.
Gramsci entendia que a educação, especialmente a educação escolar tinha um papel fundamental na construção dos consensos de opiniões, formas de pensar e de agir presentes nas culturas ocidentais. Com base em seus estudos de filosofia, o autor percebeu que a escola criava os hábitos religiosos, de amor à família, de respeito à pátria, e a própria noção de cidadania em uma sociedade. Devido a isto, vai propor que a escola seja um instrumento de transformação social que possa conduzir as massas à revolução cultural por ele pretendida. Mas como isto se daria?
Na escola unitária ocorreria um processo educativo diferente daquele observado nas escolas de sua época. Neste sentido cabe indicar que Gramsci propunha que a escola trabalhasse os conteúdos nela presentes em duas direções: a) Eliminando a separação entre trabalho intelectual e trabalho manual: o que seria possível ao existir um currículo que privilegiasse tanto as ma´terias escolares "clássicas" (matemática, ciências, história...) quanto conteúdos ligados à preparação para o trabalho, reduzindo assim(9segundo ele) as distâncias culturais entre a valorização do trabalho intelectual e a valorização do trabalho manual; b) Trabalhando a dimensão política da sociedade: como um dos objetivos desta escola seria o de que todos tivessem uma mesma cultura, independentemente de sua origem social (e neste sentido deve-se destacar que o autor propunha uma escola estatal, pública e gratuita, porém obrigatória a todos). Com isto, tendo a escola conteúdos políticos ligados à idéia de revolução cultural, por intermédio dela as massas iriam transformando sua cultura, assim como na própria escola seriam formados os intelectuais orgânicos responsáveis por conduzir o processo revolucionário. Devido a estes fatores, é possível afirmar que a proposta de escola de Gramsci é simultâneamente única e unitária. Ela é única do ponto de vista das pessoas que a freqüentariam, as quais seriam de todas as classes sociais, e é unitária do ponto de vista do conhecimento nela transmitido, o qual não faz mais uma separação entre a formação para o trabalho e a formação intelectual clássica.
Por fim, é possível dizer então que ao formar intelectuais orgânicos e ao eliminar a idéi de uma diferença de valor entre as classes trabalhadoras (intelectuais e trabalhadores manuais) a escola unitária seria o elemento central na Teoria Social Revolucionária de Antonio Gramsci.
Espero que todos tenham apreciado estes apontamentos, e fico muito feliz se o resumo suscitar comentários.


Veja mais em: Educação

Artigos Relacionados


- Antonio Gramsci - Resenha
- Sobre A Sociologia Educacional De Pierre Bourdieu - 2: O Papel Da Escola Na Sociedade
- A Escola Conservadora E As Desigualdades Frente à Escola E à Cultura
- Cadernos Do Cárcere Volume 1
- Educação: Novas Atribuições
- Leitura, Escrita E Teoria Psicogenética
- A Educação E O Respeito à Diversidade Para Com Os Professores, Alunos

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online