PUBLICIDADE

Página Principal : Educação


o principio do papel dirigente do profesor



.
O princípio do papel dirigente do professor e a actividade independente dos alunos é um dos postulados básicos da pedagogia moderna e caracteriza a essência da escola do saber fazer. Comenio, grande pedagogo expressou a relação entre a direcção e a actividade independente: ?Para o que aprende, o trabalho; para o que ensina, a direcção? ? já concedia muita importância a este princípio didáctico. A materialização de este princípio foi vítima das lutas entre as diferentes escolas pedagógicas e até ideológicas, hoje abre-se passo através da escola da pedagogia progressista, desenvolvida fundamentalmente nos países onde a educação para o desenvolvimento humano está a ocupar um lugar preponderante. Assegurar o carácter consciente do trabalho de seus alunos, explicando-lhes o objectivo, a necessidade e a maneira de realizar as tarefas comuns. Oferecer aos alunos em cada aula a oportunidade de pensar e actuar por si mesmos, sobre tudo para realizar uma actividade criadora durante a elaboração de novos conhecimentos. Propor-lhes tarefas que precisem da actividade intelectual. Vincular a direcção pedagógica directa com a indirecta; aproveitar em maneira crescente, segundo se eleva o nível de desenvolvimento dos alunos, as possibilidades da direcção pedagógica indirecta. O ritmo de desenvolvimento da ciência e as teorias a nível mundial e a difusão rápida dos avances científicos através dos meios de difusão massiva, os novos meios técnicos na informática, elevam as exigências das escolas e a cada aluno; tudo isso afecta directamente o princípio da exequibilidade do ensino, que é precisamente: a relação entre o que exige o professor ao aluno e o que é capaz de fazer. A exequibilidade no ensino é propor exigências ao rendimento e a conduta dos alunos, que podam cumpri-la com esforço e podam contribuir a aumento da capacidade de rendimento dos alunos. A contradição que surge entre as tarefas e as exigências do professor, por um lado, e o nível dos conhecimentos, capacidades e habilidades dos alunos, por o outro, converte-se em uma força impulsora do processo do ensino ? aprendizagem.Quando se exige por debaixo da capacidades de rendimento do aluno, o por acima, vulnera-se o principio de exequibilidade da ensino.Recorrer o caminho do simples ao complicado, do perto no espaço e no conhecimento, ao mais longo. Colocar aos alunos frente as dificuldades e possibilitar as condições para que elos podam superá-las. Elevar constantemente a capacidade de rendimento dos alunos, incrementando as exigências docentes. Evitar exigir por debaixo ou por acima das capacidades de rendimento dos alunos. Para que o professor logre o maior rendimento possível de cada um dos alunos é preciso ter pressente suas peculiaridades psíquicas e as diferenças individuais de sua personalidade. Por isso, para elevar a efectividade do ensino é preciso aproveitar as potencialidades educativas que oferece a actividade em equipa. A aprendizagem é um processo em o qual enfrenta o individual dos alunos com a matéria de ensino e os aspectos colectivos são limitados, senão é organizado por o professor durante o processo e assegura as condições necessárias para as aprendizagens de êxitos de todos seus alunos. É por isso que os professores têm que ter pressente : O desenvolvimento de perspectivas colectivas em relação com o incremento do rendimento de todos os alunos. Educação do colectivo em a disciplina consciente, para desenvolver uma actividade de equipa no trabalho e o estudo. Fomentar a solidariedade, a ajuda mútua, trabalho em equipa, a critica construtiva, sentimentos de pertença ao grupo, e outros. Ter pressente a capacidade de rendimento, os interesses, as inclinações e hábitos dos alunos. Evitar que existam alunos com poço aproveitamento por a incorporação ao colectivo. Organizar diversas actividades, para possibilitar o desenvolvimento de capacidades especiais. Seleccionar tarefas de diversos grados de dificuldades para os diferentes alunos. Assinar trabalhos especiais para alunos que demonstrem capacidades superiores, e oferecer a oportunidade de avaliar os resultados nas aulas. Ter pressente as réguas de trabalho em equipa, e que as tarefas sejam outorgadas rotativamente. Provocar a indagação, a investigação, buscar novos conhecimentos e outras formas de pensar. O principio do carácter científico do ensino. Para que a aula tenha um carácter científico, têm que ser verídica, estar baseada nos últimos avances da ciência e a técnica, por o que precisas de a maior actualização dos conteúdos que se leccionam, os avances mais significativos da ciência a produção, a cultura; explicando-se os diversos pontos de vista sobre um mesmo tema, as tendências e perspectivas de investigação e indagação científica sobre o tema, não dar nada como conclusivo é preciso sempre indagar, inovar; encontrar novos caminhos. Cada aula tem que ser, uma janela aberta a inteligência e a investigação. Todo o ensinado tem que ser verdadeiro. Habituar aos alunos a adoptar posições científicas ante o conhecimento. Falar da vida consagrada das personalidades científicas, educar em seu exemplo. Os alunos na aula, tem que ser convencidos, não vencidos. Demonstrar tudo conhecimento que poda ser demonstrado na aula o fora de ela. Utilizar métodos problematizados, o seja onde a indagação seja o centro da aula, empeçar a buscar o conhecimento desde o mais simples ao mais complexo; do conhecido ao desconhecido.Dar explicações teóricas, sempre que seja possível, sobre a base das experiências pratica dos alunos. Comprovar mediante experimento e praticas dos alunos os conhecimentos adquiridos. Oferece continuamente aos alunos a oportunidade de aplicar na prática os conhecimentos adquiridos, demonstrando as capacidades e habilidades necessárias. Estabelecer uma relação adequada entre o conhecimento sensorial e o racional no processo de ensino.


Veja mais em: Educação

Artigos Relacionados


- As Características Do Processo De Ensino. In: Didática
- Avaliação Mediadora: Uma Relação Dialógica Na Construção Do Conhecimento
- Leitura: Paradigmas De Uma Boa Alfabetização
- A Pedagogia E O Método De Projetos
- Diferenças Básicas Entre O Ensino A Distância E O Modelo Presencial
- Instituto Superior De EducaÇÃo Do Rio De Janeiro
- Investigações Em Geometria Na Sala De Aula

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online