PUBLICIDADE

Página Principal : Educação


A infidelidade, segundo a natureza.



Quantas vezes temos sido infiéis ao nosso par; temos tido uma noite de luxúria, e no outro dia, ao olhar nosso redor, nos vemos perguntado ?por quê o fizemos??

E vários sentimentos nos invadem, culpa, arrependimento, angústia, etc.

Temos um par com quem nos damos bem, confidenciamos, nos satisfaz sexualmente, etc. Não encontramos uma verdadeira resposta, mas, um impulso que nos levou e nos arrastou sem saber de pares, culpas, arrependimentos, lugares e tempo algum. Simplesmente passou.

Pois, quem escreve, acredita no ser humano antes de tudo como animal, como mamífero, como um ser que responde a seu instinto animal, mas que a natureza dotou de uma qualidade única entre todas as espécies deste
mundo?o raciocínio.

Este raciocínio do homem é o que foi criando ao longo do tempo, deveres, direitos, culturas, religiões , enfim, restrições aos impulsos, restrições a nosso instinto animal.

O ser humano deve ser a única criatura no planeta que livra permanentemente a guerra, sua guerra, do querer contra o dever, do sentimento contra a moral, do instinto contra a razão. Essa razão que nos avalia permanentemente ante qualquer decisão, ante os desejos de ser e fazer.

Por acaso o resto dos mamíferos fazem algum tipo de avaliação durante seu período de zelo na hora de seduzir?

Por acaso em países do Oriente Médio, a alguma mulher ocorreria assinalar um homem com várias esposas?

Acaso esta mesma pessoa não teria sérios problemas deste lado do hemisfério?

Por isso amigos, creio que a infidelidade não é nem mais nem menos, uma decisão.

A aplicação ou não da cultura com que temos sido ensinados, mas que não responde nem remotamente a nossos mais profundos sentimentos, desejos espontâneos, impulso ou como queiram chamar a essa força interior que nos move, ou que pelo menos o tenta, e a que às vezes decidimos reprimir, todavia, resignando nosso gozo em mãos da razão.


Veja mais em: Educação

Artigos Relacionados


- Ensaio - Direitos Dos Animais
- Http://brunocalil.blogspot.c Om/
- Um Amor Condicional
- Perdemos Até Para As Galinhas...
- Se Eu Fosse O DemÔnio, Eu NÃo
- O Outro
- A Ecologia É Uma VisÃo Assim

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online