PUBLICIDADE

Página Principal : Educação


Alexandre S. Neill O idealizador da escola para a felicidade



Alexandre S. Neill O idealizador da escola para a felicidade
As opiniões a respeito das teorias de Neill são controversas, aqueles que pregam uma educação tendem a ?odia-lo?, porém aqueles que sonham com uma educação que preze a flexibilização nas relações hierárquicas apóiam suas teorias, este homem, educador, jornalista fundador da Shummer-Hill School na Inglaterra; sua escola serviu de modelo para as pedagogias alternativas, pois nela a criança tinha a possibilidade de escolher e decidir o que aprender e como aprender, respeitando seu ritmo e interesse; o contexto histórico em que este educador viveu retrata a necessidade de uma mudança de paradigma, onde com as destruições causadas pela humanidade em função das próprias descobertas do homem, despontando em muitas das vezes para regimes totalitários, cria-se deste modo uma busca pela liberdade de pensamento e ação; Neill em seu livro Liberdade sem Medo, faz uma critica as atrocidades cometidas pela humanidade ao longo da história e prevê que ainda teríamos com os avanços tecnológicos varias batalhas; nas décadas de 1960 e 1970 tornou-se Neill um dos mais importantes educadores, por acreditar que era possível construir um mundo melhor por intermédio da escola; levaram em consideração para desenvolver suas teorias as idéias de Jean-Jacques Rousseau, as idéias de Freud e de Wilhelm Reich, também exerceram forte influência sobre o educador; em sua percepção Neill acreditava ser necessário levar em consideração o lado emocional do aluno, para que a sensibilidade ultrapassasse a racionalidade; em sua escola os pais realizavam visitas aos educandos, porém estes moram na mesma Neill defendia que a super-proteção dos pais atrapalhava o desenvolvimento emocional das crianças; acreditava que seu método poderia ser usado como remédio para a infelicidade, assim como Rousseau, acreditava que somos bons por Natureza, o mundo dos adultos e nossas Neuroses e imposições segundo ele tendiam a tolher a aprendizagem prazerosa da criança, que sendo capaz de desenvolver seus potenciais sem o; interesse dos adultos tenderia a tornar-se adultos mais auto-confiantes, em conseqüência mais felizes; sem traumas ou ainda massas de robôs produzidos pelas escolas tanto em seu tempo quanto ainda hoje; Alexandre Neill nasceu em 1883 e faleceu em 1973, com sua teoria fica a interrogação para nosso modelo de escola, conseguimos tornar a escola ou ainda a aprendizagem infantil um momento de prazer? Ao ainda nos tornamos meros reprodutores de esquemas educacionais que tendem há diminuir o potencial de nossas crianças?


Veja mais em: Educação

Artigos Relacionados


- A Importância Da Cidadania No Universo Da Aprendizagem
- Henri Wallon O Educador Integral
- Hannah Arendt Uma Voz De Apoio à Autoridade Do Professor
- Maria Montessori A Médica Que Valorizou O Aluno
- Por Que Alfabetizar Tão Cedo?
- Educação De Jovens E Adultos No Brasil
- Educação E A Sindrome De Down

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online