PUBLICIDADE

Página Principal : História


O Chalaça, favorito do Império




 Ao ler "O Chalaça, favorito do Império" dá para entender porque, no Brasil, a esperteza e a vigarice são características constantes dentre aqueles que dominam a cena política do país. Desde a época de Império, figuras como Francisco Gomes da Silva Filho, o Chalaça, se especializaram em chupar o dinheiro alheio, além de usar a mulher dos outros. E naquela época, como agora, a impunidade prevalece, pelo menos quando se mete a mão nos cofres públicos.



O Chalaça, obra de Assis Cintra, expõe com bom humor do que era feita a política durante o Império. Era a política de então uma combinação de interesses pessoais, intrigas palacianas e achaque aos cofres públicos. Tudo, infelizmente, como é ainda hoje. Chalaça, que significa zombeteiro, gracioso, satírico, é um apelido que foi colocado em Francisco Gomes da Silva Filho não por acaso. Afinal, sacanear tanto o poder público quanto a vida dos outros era sua especialidade. Foi mestre em levar para a cama a mulher alheia e professor em manipular governantes para obter vantagens financeiras.



As histórias do Chalaça sem dúvida arrancam gargalhadas do leitor. Mas, ao mesmo tempo, causam indignação. Primeiro, porque revelam os bastidores de um governo imperial já impregnado pelo vício da vigarice. Segundo, porque mostra que de lá para cá a situação só piorou, com os interesses pessoais sempre prevalecendo sobre as necessidades coletivas. O Chalaça faz rir, mas é de raiva. 




Veja mais em: História

Artigos Relacionados


- Do Senhor E Do Escravo. In: A Política
- Solidão A Dois
- Machado De Assis
- Política Educacional No Brasil
- Diferenças Entre O ?despotismo? E O Poder Político. In: A Política
- Júlio Dinis
- Os Elementos Necessários à Existência Da Cidade. In: A Política

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online