PUBLICIDADE

Página Principal : História


Nazismo e Igreja Católica






NAZISMO E A IGREJA CATÓLICA.



                        É uma constante na história afirmativas no sentido de que a Igreja Católica simpatizava com a doutrina nazista e que o Papa Pio XII seria o Papa de Hitler. Na verdade, inicialmente, a Igreja olhou com bons olhos o nazi-fascismo, pois a questão era vista apenas por um ângulo. Para ela, o demônio era o comunismo, que levava os seus tentáculos para todos os cantos do mundo e a única força capaz de detê-lo era, a seus ver, a do chamado eixo Roma-Berlim-Tóquio. O nazismo era campeão contra o comunismo ateu. Ora, o MAL estava solto, apresentando com todo o seu esplendor e a Igreja, composta de seres humanos, falíveis, no início se enganou. Mas tentou reparar esse engano tão logo o constatou. Tanto isso é verdade que, em julho de 1942, foi lida em todas as igrejas da Holanda uma carta pastoral dos bispos holandeses que condenava o ?impiedoso e injusto tratamento reservado aos judeus?. Padres, freiras e cristãos leigos procuraram, por todas as formas, minorar o sofrimento dos perseguidos. Infelizmente conseguiram muito pouco, mas, de qualquer forma, a Igreja tomava a sua posição em favor do bem. Com isso, muitos padres foram perseguidos.






Veja mais em: História

Artigos Relacionados


- A Reforma Protestante E A Contra-reforma Católica
- A Questão Romana
- Papa Paulo 16
- José - A Verdadeira HistÓria Do Pai De Jesus Cristo Na Terra
- Ideia Monopolista Da Igreja Catolica
- A Igreja é Chiclete ?
- Sexo E Poder Na Igreja

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online