PUBLICIDADE

Página Principal : História


Waterloo



Em 1815, Napoleão fugiu de Elba, voltando à França. Os estadistas europeus, alarmados, planejaram resistir ao famoso conquistador disposto a retomar o poder. O Dupque de Wellington, com tropas britânicas e belgas, e o Marechal Blücher, com um exército prussiano, procuraram impedir a entrada de Napoleão na Bélgica.

   Napoleão resolveu separar a Inglaterra da Prússia, e vencer cada uma separadamente.

  De fato, êle derrotou os prussianos em Ligny, mas os vendidos retiraram-se ordenadamentete, e Blücher prometu correr em auxílio de Wellington o mais depresa possível. Este deslocou-se para Warterloo, pequena aldeia situada no alto de uma montanha, e aí esperou o ataque dos franceses, que ocorreu a 18 de junho de 1815. Houve um pesado bombardeio, seguido de intervenções da infantaria e cargas da cavalaria. Travou-se um combate feroz: os soldados inglêses resistiram teimosamente. Durante todo dia, a luta manteve-se equilibrada, mas no fim da tarde, depois que a cavalaria francesa falhou na tentativa de romper as linhas britânicas, Wellington ordenou um ataque geral. com a chegada dos prussianos que ocorriam no momento oportuno para ajudar seus aliados, a situação tornou-se francamente favorável aos inglêses. Napoleão foi vencido finalmente, mas essa batalha custou a vida de militares de soldados de ambos os exércitos.

  Bonaparte culpou da derrota o Marechal Grouchy que, depois de perder o contato com os prussianos, não se juntou ao exército francês.


Veja mais em: História

Artigos Relacionados


- O Governo De Luís Bonaparte
- Os Impérios Coloniais Europeus
- A Guerra Das Trincheiras
- A Mais Mortal
- Nossa Nobreza
- Restauração Dos Bourbon
- Civilização, Guerra E Chefes Militares

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online