PUBLICIDADE

Página Principal : História


Mata HARI




            Seu verdadeiro nome era Margarethea nasceu em 07 Ago 1876, em Leeuwarden, norte da Holanda, do seu pai herdou a personalidade pretensiosa e ambiciosa. Da mãe, o aspecto exótico, descendente de uma tribo asiática que migrara para a Escócia. Sua infância e adolescência foi marcada pela dificuldade e falta de dinheiro, aos 15 anos sua mãe morreu e Mata foi acolhida por um casal de tios.


            Com cerca de 1,70m de altura, ombros largos e seios pequenos,a jovem Mata Hari não era de beleza estupenda. Porém os cabelos negros, o olhar,os lábios sensuais e


a pele morena faziam-na ter sucesso com os homens. Aos 19 anos, casou-se com o capitão Rudolph McLeod de 39 anos.


            Em 1897, já com o primeiro filho, Norman, mudou-se para a Indonésia por causa do trabalho do marido na companhia das índias orientais. Perto de Bali, nasceu Non, sua segunda filha. Por diversão, Mata Hari começou a vestir trajes típicos e imitar danças típicas locais em festas, ficando malvista pela comunidade local. O casamento não ia bem, ela e o marido discutiam muito e, quando bebia, ele costumava ficar violento.


            A babá da família, amante do capitão, tentou matar os dois filhos, colocando veneno na comida deles, Non sobreviveu, mas Norman não. O casal voltou para a Europa e logo separou-se, o marido seqüestrou a filha e fugiu. Margaretha, abalada, partiu para Paris em 1903, com 27 anos.


            Instalada em uma modesta pensão familiar, saiu em busca de trabalho como modelo para artistas. Só arrumou serviço para posar nua. Sem conseguir fixar-se, voltou para a Holanda e tornou-se amante de um barão. Em 1904, volta novamente a Paris e se instala no Grand Hotel, tudo pago pelo amante.


             Aproveitando que o orientalismo estava na moda na Europa, decidiu dançar para ganhar a vida, seu primeiro strep-tease foi um sucesso e logo Margaretha adotou o nome que usava na Indonésia, MATA HARI, que significa ?olho da manha? ou luz do dia.


            Dançando no Museu Guimet, tornou-se muito solicitada nos salões da elite parisiense, acumulando diversos amantes famosos. Em 1910, fixou-se com o rico amante Félix Rosseau e quando tentou voltar à carreira artística, não teve sucesso e partiu para Berlim, atrás de um antigo amante, quando eclodiu a primeira guerra mundial em 1914. Ao tentar voltar para Paris, foi detida e interrogada, levantando suspeitas de ser espiã, devido ao sotaque alemão.


            A contra- espionagem inglesa acompanhou seus passos por muito tempo, sem, contudo, conseguir qualquer prova de seu envolvimento com o governo alemão. Até que conheceu o grande amor da sua vida, o oficial russo Vladimir Masloff (Vadim) de 21 anos.


            Quando Vadim foi ferido e Mata precisou visitá-lo no hospital em Paris, a inteligência francesa prendeu-a pela suspeita de espionagem e só liberou-a com a condição que ela trabalhasse com espiã francesa.


            Sem qualquer experiência, foi logo manipulada por um oficial alemão, do qual tentou aproximar-se, passando informações inócuas em troca de favores sexuais com ele e foi logo envolvida numa trama  para incriminá-la.


            Ao voltar para Paris em 1917, foi presa e interrogada inúmeras vezes até quando confessou que recebeu dinheiro do governo germânico ( 20.000 francos) para passar informações confidenciais.Mas que só pegou o valor e não passou nada de importância, levando os alemães usarem o estratagema de empregar a criptografia já conhecida dos franceses para incriminar a espiã H-21 (MATA HARI) como vingança.


            30 anos após o seu fuzilamento, surgiram várias indicações que as acusações eram falsas e que na realidade a espiã foi condenada pela fama que acumulou na época, mais pela sua imoralidade do que pela supostas informações que teria entregue aos alemães.




Veja mais em: História

Artigos Relacionados


- Stella Dallas
- A Conjuntura Da Alemanha Na Primeira Guerra Mundial.
- A Fraude Que Revoltou A França
- Priamo
- Principe PÁris De Troia
- A Cidade Do Sol
- O Besouro De Hitler

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online