PUBLICIDADE

Página Principal : Educação


Biografia de Anísio Teixeira (3): o pensamento do autor e sua importância para nós



Ao iniciar o seu trabalho no âmbito da educação em 1924, Anísio Teixeira(1900-1971), pôs em discussão três temas ou questões que desde então se tornaram importantes no processo de constituição do campo educacional no Brasil. A primeira questão foi a mudança na referência estrangeira para o campo intelectual desse país. A segunda questão foi a defesa da democratização da educação, com ênfase na construção de um sistema público de ensino e na superação da dicotomia entre educação teórica para as elites e educação para o trabalho destinada ao povo. Por fim, a visão de que a ciência e a pesquisa científica deveriam ocupar um lugar central na vida intelectual moderna.

Anísio Teixeira dedicou toda a sua vida acadêmica e administrativa à luta pela igualdade de oportunidades educacionais e foi autor de uma extensa obra pedagógica. De início norteou seu trabalho pelo humanismo clássico e mais tarde identificou-se com o experimentalismo norte-americano.

Homem de idéias inovadoras ,esteve à frente do movimento pela Escola Nova - aberta aos interesses e capacidades da criança, da luta por um novo conceito de inspeção escolar de caráter técnico-assistencial, da profissionalização da escola normal e da orientação profissional na escola rural. Uma de suas maiores contribuições ao sistema de ensino brasileiro foi o aprimoramento da Lei de Diretrizes e Bases da Educação, que permitiu o aumento do número de escolas, professores e alunos.

0 universo educacional do autor aponta para uma "íntima relação entre escola e sociedade, o que traz como conseqüência a concepção de uma escola ativa, baseada na ciência, na democracia e no trabalho. É o fazer, através do método experimental, que deve definir a escola ativa e democrática. É a atitude científica, se disseminando por todos os indivíduos da sociedade, o critério para se alcançar a superação do último dos dualismos; os fins práticos e os fins nobres da vida - através da escola única
".

Apostando sempre na democracia como o único caminho para uma sociedade justa e na "transformação social auxiliada pela educação, concebia um projeto de sociedade onde existiriam "a pluralidade e a total independência das instituições sociais objetivando corrigir "os perigos da concentração de poder material e econômico".


Democrata radical, suas teses, ao mesmo tempo que apontavam para a noção de liberdade e da igualdade de direitos, de cunho liberal, apontavam também para o direito ao "livre debate comunista e à liberdade dos povos em tornarem-se nação socialista". Tal ponto de vista trouxe-lhe dissabores durante a vida pública, pois foi acusado de liberal por intelectuais de esquerda e de comunista revolucionário por conservadores e parte da hierarquia da Igreja Católica brasileira.

Assim como tomava emprestadas noções dos dois pólos antagônicos para compor suas teses, era crítico inflexível dos capitalistas por temerem "a perda da riqueza" e dos comunistas por tentarem "manter com ditadura o progresso material".
0 que se pode aprender disso tudo é que Anísio Teixeira foi um pensador que tentou, em sua obra, sintetizar o que o liberalismo e o socialismo tinha de melhor para compor um pensamento tertius que contemplasse sua aspiração por uma sociedade democrática e livre. Nessa perspectiva, a escola tinha, certamente, um papel fundamental na preparação do cidadão que viveria nessa sociedade. Era, Anísio, um pensador que, no Brasil, "corria em raia própria". Daí sua contribuição polêmica aos anais do pensamento educacional brasileiro.

Não poderíamos deixar de destacar também a influência de Anísio Teixeira nas Leis Federais 4.024/61 (Primeira LDB), 5.692/71 (Reformado Ensino do Segundo Grau) e 9.394/96 (Segunda LDB). Nesta nova LDB, projeto de autoria do senador Darcy Ribeiro, sua influência fica explícita no capítulo, artigos 61 a 66, que tratam da formação dos profissionais da educação e da criação dos Institutos Superiores de Educação, antiga aspiração de Anísio. A influência sobre Darcy Ribeiro pode, ainda, ser constatada na criação dos CIEPS (quando Darcy foi Secretário da Educação no Rio de Janeiro, 1983-1986), inspirados na proposta da "Escola-Parque" (projeto instaurado por Anísio na Bahia, em 1950). Anos depois, o governo federal copiou os CIEPS de Darcy/Anísio, denominando-os CIACS.


Veja mais em: Educação

Artigos Relacionados


- Anísio Teixeira E A Implantação Da Escola Progressiva
- A Educação Que Nos Convém (2)
- Anísio Teixeira E Sua Morte Misteriosa
- Anísio Teixeira (personagem Central Na História Da Educação No Brasil)
- A Educação Que Nos Convém
- Biografia De Anisio Teixeira (2): Realizações Mais Importantes
- As Dcnem´s E A Ética Da Igualdade

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online