PUBLICIDADE

Página Principal : Educação


Coitadização do professor



Hoje me deparei com uma matéria da Veja, indicada por um colega da comunidade Professores de Química, do Orkut, com o título "O professor desvalorizado". De acordo com o autor da matéria, o professor não é desvalorizado pela sociedade e a profissão não é vítima de preconceito. O autor usa uma pesquisa do Inep para confirmar suas idéias de que o professor é tido como um coitado pelo discurso infantil de alguns, já que, os pais entrevistados concederam média acima de 8 para os professores dos seus filhos. Diz ainda que, onde quer que vá, vê manifestações de apreço e encorajamento aos professores, pois há vários prêmios destinados à categoria!

Entendo, com isso, que o autor diz que os professores são muito folgados e reclamam de barriga cheia! São uns "fanfarrões"! Já que todo mundo acha que ser professor é a melhor coisa do mundo, que a profissão é muito valorizada, por que a cada dia que passa menos pessoas querem se tornar professores? (Veja pesquisa do MEC sobre escassez de professores: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/escassez1.pdf) Não entendo o que esse indivíduo quis dizer com todas aquelas palavras da matéria e como teve a coragem de se expor dessa maneira sendo que quase nada conhece da situação dos professores desse país e parece de outro planeta! Sim, pois para dizer tudo o que disse só vivendo em Marte!

A falta de reconhecimento do importante papel do Professor na sociedade e a consequente desvalorização do magistério é gritante e não há como negar que temos culpa nisso. Deixamos que nos digam o que fazer e como fazer, deixamos que instituições financeiras ditem os rumos da educação e não nos pergunte: "O que acham disso?". O professor é, todos os dias, massacrado nas instituições em que trabalham, pois deixam bem claro que mais do que aquilo ali ele não vai conseguir e emprego está difícil para todo mundo, imagine para um "reles professor". E a gente acredita!! E a gente baixa a cabeça!! E a gente acha que é isso mesmo!! Aí vem uma pessoa como o autor dessa matéria com a coragem de nos dizer que merecemos, que somos privilegiados por não nos culparem pelo nosso fracasso! E o que fazemos? Lemos a matéria e nos desesperamos!

Eu só posso dizer, ao ler aquele texto, que tenho pena de quem lê a Veja, pois eu não leio!

Vou parar por aqui, pois já não estou mais em condições de ser polida em minhas palavras!

Quem quiser ler o texto entre aqui: http://veja.abril.com.br/gustavo_ioschpe/index_101207.shtml.


Veja mais em: Educação

Artigos Relacionados


- O Papel Dos Educadores
- Um Retrato Da Sala De Aula
- "ser E Ter
- Ensino E Aprendizagem Inovadores Com Tecnologias Audiovisuais E Telemáticas.
- Dia Do Professor
- Se Você Finge Que Ensina, Eu Finjo Que Aprendo
- O Construtivismo Na Prática De Professores De Ciências: Realidade Ou Utopia?

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online