PUBLICIDADE

Página Principal : Educação


HISTÓRIA DE VIDA E EXPERIÊNCIAS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE QUÍMICA



O artigo apresenta resultados parciais da pesquisa de mestrado, junto ao Programa de Pós-Graduação em Ensino, Filosofia e História das Ciências da UFBA/UEFS, desenvolvida com professores da educação básica, alunos do Programa de Licenciatura Especial (PROLE) em Química da UFBA. A abordagem utilizada para a coleta e análise dos dados foi a da História de Vida, a partir, principalmente, das contribuições teóricas de Josso (2004), Nóvoa (1988, 1992 e 1995), Larrosa (1994 e 2002) e Pineau (1999), no que diz respeito à formação, à autoformação e ao percurso de desenvolvimento pessoal e profissional de professores. Especialmente de Larrosa (2002) e Josso, nos utilizamos dos conceitos de experiência e de experiências formadoras, que apontam a relevância destas para o desenvolvimento e a construção da identidade profissional dos professores. Foram escolhidos quatro alunos do referido programa de licenciatura, que estão sendo acompanhados pela pesquisadora, buscando a reconstituição de aspectos biográficos relevantes - ligados à vida destes que são professores do ensino básico - que indicam a existência dessas experiências formadoras e do papel delas no desenvolvimento pessoal e profissional dos docentes. O instrumento principal da pesquisa é a entrevista profunda. É importante ressaltar que a grande maioria dos alunos dessa modalidade de licenciatura atua como professores de Química nas diversas regiões da Bahia, com experiências profissionais variadas, e tempo de docência elevado, embora todos sem formação superior em Licenciatura. Para os objetivos do presente trabalho, escolhemos a apresentação e discussão de apenas um dos quatro casos. Chamaremos esse sujeito da pesquisa de professora Marina. Na busca da reconstituição da biografia de Marina constatamos que uma experiência formadora fundamental na constituição de sua profissionalidade se dirigia à sua formação religiosa. Marina possui apenas a formação em Magistério, formação na qual se apoiou nesses seus vinte e dois anos como professora de Química. Suas expectativas em relação à Licenciatura Especial em Química se dirigem, basicamente, na busca por formação em conteúdos específicos dessa ciência. Buscamos compor essas suas expectativas iniciais com sua percepção em relação às contribuições advindas do programa de Licenciatura, além de possíveis mudanças em sua prática docente vindoura.

O artigo completo encontra-se no endereço: http://www.4shared.com/file/35833472/924da255/artcipa.html?dirPwdVerified=2a9f462b


Veja mais em: Educação

Artigos Relacionados


- Instituto Superior De EducaÇÃo Do Rio De Janeiro
- Formação De Professores
- O Processode Auto-formação Dos Alunos Do Curso De Pedagogia
- As Diretrizes Do Curso De Filosofia
- Instalação E Desenvolvimento Das Faculdades De Educação No Brasil
- A Importância Do Enfoque Histórico Cultural Na Elaboração De Aulas De Ciências
- Histórico Do Currículo De Pedagogia Da Ufrj: A Versão Oficial

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online