PUBLICIDADE

Página Principal : Educação


AS TRANSFORMAÇÕES DO SABER NÃO PERCEBIDAS



AS TRANSFORMAÇÕES DO SABER NÃO PERCEBIDAS

Versando sobre o texto do Professor Roberto Aguiar

Beto Guedes e Ronaldo Bastos, representantes do Clube da Esquina<1> em Belo Horizonte ? MG, deixam registrado em uma de suas canções : ?quem perdeu o trem da história por querer foi mais um covarde a se esconder diante de um novo mundo?<2>
. É bem verdade que a poesia nos aponta para o alvorecer do novo sem se perder o sentido das coisas.
Diante dessa mudança, o mundo se assemelha a um turbilhão de acontecimentos, e é dentro desse turbilhão que o homem passou a ser mais um a compor o todo. A vida em sociedade, liberdade, propriedade, lutas de classes e direito são expressões dinamizadoras dessa evolução.
Na esfera evolucionista temos no Brasil o surgimento da indústria no século XX, o mundo pulsa cultura, a arte ganha contornos expressivos seja na música ou nas artes plásticas. De um modo geral, o mundo envereda-se pelo fervor do novo.
No campo do Direito, pensadores como Hanz Kelsen irá revolucionar o pensamento jurídico, possibilitando um melhor conhecimento da ciência jurídica. Noutro ponto, o pensamento jurídico latino-americano será influenciado por Husserl. Mesmo diante dessa efevercência de conhecimento, parte dos que compõem o mundo jurídico perderam o trem da história, amoldando-se à ordem.
Inovações tecnológicas aconteceram depois do advento da Segunda Guerra Mundial, o Brasil conheceu seu segundo ciclo industrial, a democracia começou a ter contornos e com isso se fez a implementação de regimes autoritários na América Latina. Nesse período, o mundo polarizou-se, a guerra fria estava instalada, o recrudescimento existia de fato. Mesmo assim, mesmo diante de tantas descobertas, o homem insiste em construir sua história fomentando a miséria.
Ao passo que caminhamos rumo às descobertas, a um mundo globalizado com harmonização de gostos, costumes, culturas e idéias, por outro lado, sofremos por não democratizarmos o conhecimento, as oportunidades em favor da coletividade. No campo jurídico, abrigamos conceitos arcaicos, posições cheias de formalismo e dogmas inconcebíveis no mundo atual. Diante disso, as transformações do saber não percebidas, devem ser digeridas para serem revertidas para o bem comum da sociedade. O operador do direito, não pode, sob o argumento de não conhecer as mudanças ou não percebê-las, se esquivar do seu papel social, até porque não pode ser mais um covarde a se esconder diante desse novo mundo.

<1> Movimento musical que ocorreu com grande efevercência em Belo Horizonte nos anos 60.

<2> Guedes, Beto e Bastos, Ronaldo. Meus momentos ? Vol. I e II ? 1999.


Veja mais em: Educação

Artigos Relacionados


- Dicionário Jurídico Brasileiro
- Introdução Ao Estudo Do Direito
- As Habilidades E A Universidade
- Teoria Pura Do Direito
- A Produção Do Direito No Brasil
- Evolução Do Imperativismo Jurídico. In: Teoria Da Norma Jurídica
- O Conceito De Direito Positivo

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online