PUBLICIDADE

Página Principal : Educação


Desenvolvimento motor: passado, presente e futuro.



A Educação Física é parte essencial no estudo do desenvolvimento motor, pois é sua principal área de atuação, o que o deixa em vantagem em relação às outras profissões que lidam com o movimento humano. Por isso, a relação deve ser a mais abrangente possível, não só apenas voltada ao desenvolvimento motor infantil, e sim em todo o contexto, como adultos e idosos.Muitos padrões de movimento são mudados durante a vida, pois corresponde a mudanças espaciais, e envolve muitas variáveis, como força, energia e seu gasto, por exemplo. Todas estas ações são feitas todos os dias por nós, mas como já temos um certo nível de habilidade, nem reparamos que estes movimentos são muito bem estruturados. A dificuldade que uma criança de dois anos tem para se vestir, por exemplo, e a facilidade que um adulto mostra quando pratica o mesmo ato, demonstra a diferença entre habilidades, pois isto se relaciona a partir da idade de cada um. Agora, se relacionado a um idoso, provavelmente, uma criança de sete anos tem muito mais habilidade motoras em relação ao ato de se vestir do que um idoso, que já não tem mais tanta facilidade. Percebeu-se em estudos feitos anteriormente, que os bebês demonstravam muito prazer em realizar movimentos, tinham intenção e mostravam direcionamento e orientação das mãos, com o aparecimento de movimentos voluntários. Destaque para o aparecimento ordenado de comportamentos no eixo temporal de vida, e a constatação de que movimentos estão envolvidos na realização de ações. A primeira infância é muito importante para entender o desenvolvimento global da criança, pois nesta idade existem os marcos desenvolvimentistas, pois a partir daí se percebe se a criança está seguindo o caminho normal. Uma das questões centrais seria devido ao que o desenvolvimento humano estaria mais ligado: as experiências intrínsecas devido à maturação, ou as extrínsecas em virtude das experiências? A cientista Myrtle McGraw acreditava que a maturação do cérebro é a força geradora central que envolve a liberação de processos de desenvolvimento motor, ocorrendo de uma maneira estruturada e ordenada: o cérebro cresce e o comportamento é desdobrado como uma conseqüência desse crescimento. á para Gesell, o contexto determinava o desenvolvimento humano, com a descrição do comportamento na primeira infância. Á partir dos anos 60, a preocupação ficou voltada mais para a orientação do movimento e não do movimento em si. Das questões: ?O quê?? e ?Quando??, para as questões: ?Como acontece o desenvolvimento??.Descobriu-se que, passando os anos, a criança normal vai conseguindo fazer cada vez mais movimentos com precisão. A abordagem de processamento desta informação permitiu investigar a melhora dos mecanismos ou formas já existentes.O equilíbrio entre estados estáveis e instáveis é essencial ao desenvolvimento. Só se consegue alcançar objetivos com estabilidade, mas para que se desenvolva há a necessidade de instabilidade, e o desenvolvimento seria determinado pela relação entre elas.Para se pensar no futuro se deve pensar em melhores instrumentos de medidas, teorias, aplicação disso em ensino e reabilitação. O aspecto mais importante é que o movimento e seu controle são importantes, e desta forma, um sistema bastante fidedigno de estudo deve ser desenvolvido.



Veja mais em: Educação

Artigos Relacionados


- Desenvolvimento Infantil E ImaginaÇÃo
- Relações Entre Consciência Corporal E Desenvolvimento Infantil
- Pedagogia Das Expressões Artisticas
- Henri Wallon O Educador Integral
- Por Que Alfabetizar Tão Cedo?
- Educação E A Sindrome De Down
- A Criança, O Adulto E O Lúdico

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online