PUBLICIDADE

Página Principal : Educação


O Judiciário ao Alcance de Todos



    Os nove capítulos compostos da obra, a AMB mostrou como funciona o judiciário brasileiro, a relação com a mídia, a evolução desde o pré-judiciário até a Constituição Federal de 1988, o dossiê, as reformas realizadas e expressões latinas e jurídicas traduzidas para um melhor entendimento.                                                                                                    

    Na primeira parte do livro diferencia os objetivos do judiciário com a mídia. O primeiro há um tempo maior parar a averiguação dos fatos, podendo levar meses,anos, já a mídia tem pressa em divulgá-los e tem ausência, muitas vezes, da linguagem jurídica, o que a torna imprecisa. 

     No capítulo seguinte, Da barbárie à Constituição Federal de 1988, relata que no período ?pré-judiciário? não havia uma legislação que determinava o que era ou as sanções aplicadas as infrações cometidas. Houve um longo processo para chegar à Justiça pública, com sistema de ações legais.                                                                                                                  

    No capítulo, O que é, o que é, esclarece com informações no organograma e no texto o Poder Judiciário e as funções das Justiça e dos Tribunais. O Supremo Tribunal Federal é o órgão máximo da Justiça da União, cuja função é zelar pelo cumprimento da Constituição e o Superior Tribunal de Justiça, vem posteriormente, mantém a unidade de interpretação da legislação federal. O poder judiciário é composto pela Justiça Federal, no qual pertence os Juizados Especiais Federais, e as especialidades( Justiça do Trabalho, Eleitoral e Militar. Os Estados da Federação organizam as Justiça estaduais, que abrangem os Juizados Especiais Cíveis e Criminais.

    Logo após no Parece, mas não é, mostram os órgãos que parecem pertencer ao Judiciário, como o Ministério Público, é o fiscal da lei, a Defensoria, que existe para que haja um equilíbrio na sociedade no que tange à igualdade de oportunidades de acesso à Justiça, a Advocacia Pública e Privada e os Cartórios extrajudiciais, que compreendem os serviços notariais e de registro, e se destinam a garantir publicidade, autenticidade entre outros aos atos jurídicos.

   Esclarece sobre os procedimentos penais,trabalhistas e civis, cartórios extrajudicial, juizados e recursos de maneira que facilite o entendimento de cada um, enfatizando os Códigos Civis e Penais e fala da transformação do judiciário. 

   A Segunda parte decifra o juridiquês para o entendimento dos que não têm acesso a esta linguagem, trazendo também informações como telefones e sites.   

   A simplicidade do Judiciário ao Alcance de Todos facilitou o entendimento do universo jurídico, dando noções à população que antes desprovida de tais conhecimentos exclusivos, tornando-se uma ponte de ligação com a sociedade.







Veja mais em: Educação

Artigos Relacionados


- Princípio Do Acesso à Justiça
- Estado - Tribunal De Contas Da União E O Poder Judiciário
- Antecipação De Tutela Nos Jec
- Justiça Militar
- Da IntervenÇÃo - ConstituiÇÃo Federal
- Foro Por Prerrogativa De FunÇÃo: PrivilÉgio Ou Garantia
- Princípios Constitucionais Do Processo

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online