PUBLICIDADE

Página Principal : Educação


Escola e democracia



Educação Tradicional e História

Podemos localizar a Educação Tradicional em vários momentos da história da educação na modernidade. No entanto, para o que nos interessa aqui, entendemos esta corrente como aquela formulada no século XIX, especialmente na perspectiva de Herbart.

Antes, porém, de adentrarmos a especificidade dos métodos, vamos nos deter na localização do que se convencionou chamar de Educação Tradicional no movimento histórico da passagem do século XVIII para o XIX, procurando captar a formulação de uma pedagogia juntamente com a formulação de uma idéia de sociedade então em desenvolvimento, a sociedade capitalista burguesa, forjada em definitivo na Revolução Francesa de 1789.

Esta relação entre a formulação de uma pedagogia e a formulação de uma idéia de sociedade, como perceberemos, é, neste caso, contraditória, ou seja, percebe-se neste movimento o jogo ideológico da burguesia como classe e a mudança de atitude na sua passagem de classe revolucionária para classe dominante e, portanto, que luta para a sua manutenção no poder, o que a torna, nesse sentido, reacionária.

Sabemos, no entanto, com Marx, que a burguesia não pode se manter no poder sem revolucionar, e o faz constantemente, como vemos até hoje no desenvolvimento das forças produtivas em âmbito mundial, ou seja, o sistema capitalista não vive sem crescer, sem ampliar mercados para suas mercadorias.

Esta revolução constante, do ponto de vista da manutenção da burguesia no poder, não significa sempre o seu compromisso com a melhoria das condições de vida da população em geral, mas, ao contrário, este constante revolucionar significa muitas vezes um retrocesso em termos da humanização da humanidade ou, no caso da educação, significa a imposição ideológica e, portanto, disfarçada, de um discurso e prática voltados para a manutenção das desigualdades educacionais.

No caso que nos toca tratar aqui, importante frisar que a Educação Tradicional, como nos informa Saviani (1984), esteve vinculada aos ideais revolucionários da burguesia. Mas como isso se deu? Para responder a esta questão vamos analisar mais de perto o caminho do discurso social e pedagógico da burguesia antes e depois da tomada do poder, para então percebermos onde se localiza a chamada pedagogia tradicional neste movimento, ou seja, porque no momento histórico subseqüente à tomada do poder pela burguesia, a pedagogia tradicional e seus métodos foram sumariamente rechaçados.



Veja mais em: Educação

Artigos Relacionados


- Consciência De Classe
- O Mérito Da Pedagogia Deweyana
- Evolução Da Educação E Do Ensino
- Ideologia E Ciencia Social
- Educação Escolar Ou Educação Formal
- Manifesto Comunista
- Do Iluminismo De Rousseau Aos Dias Atuais

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online