PUBLICIDADE

Página Principal : Educação


Educação e a Sindrome de Down




Educação e a Síndrome de Down



A Educação de crianças com Síndrome de Down apesar da sua complexidade, pela necessidade de introduzirem-se adaptações de ordem curricular, não invalidam a afirmação da grande possibilidade de evolução destas crianças. Com o devido acompanhamento poderão tornar-se cidadãos, onde consigam crescer e desenvolver suas potencialidades.

O aprendizado destas crianças deve começar a partir do nascimento, continuar na infância e na adolescência, sujeito a adaptações curriculares e metodológicas próprias. Envolve não só educadores tecnicamente preparados, mas também os pais, profissionais da área de saúde e a sociedade.

Um dos principais objetivos da educação das crianças com SD é o desenvolvimento de programas criativos e ações que resultem em melhor qualidade de vida destas crianças.

A EDUCAÇÃO INFANTIL

Um dos grandes objetivos é fazer com que a criança seja mais autônoma na sala de aula, interiorizar regras da vida social.

A CRIANÇA COM SD NA CRECHE (De 0 a 3 anos)

Deve reunir um conjunto de experiências integradas e vivenciadas globalmente, que lhe permita funcionar e relacionar-se (comunicar-se, jogar e divertir-se) no contexto familiar e escolar.

A EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLA (Dos 4 aos 6 anos)

É de fundamental importância o relacionamento entre o desenvolvimento e a aquisição sócio-emocional. Este fator, além de ampliar o aprendizado, é também o principal veículo de sociabilização.

A EDUCAÇÃO BÁSICA

A integração da criança com SD no ensino fundamental representa uma ação educativa e, até certo ponto, de reabilitação, de extrema importância.

O trabalho deve centrar-se prioritariamente no contato e na integração com os outros, através de jogos, da relação com os colegas e com o material adequado. E, a partir do seu próprio ritmo, surge o desejo de progredir, favorecendo seu desenvolvimento global.

CONFERÊNCIA DE SALAMANCA (Espanha 1994)

?Garantir a todas as crianças, particularmente àquelas com necessidades especiais, acesso às oportunidades da educação e promover educação de qualidade?.

EDUCAÇÃO ESPECIAL

É a modalidade de educação escolar, oferecida preferencialmente na rede escolar regular de ensino, para educandos portadores de necessidades especiais.

EDUCAÇÃO INCLUSIVA

O princípio que rege a educação inclusiva é o de que todos devem aprender juntos, sempre que possível, levando-se em consideração suas dificuldades e diferenças, em classes heterogêneas, com alunos da mesma faixa etária.

A escola inclusiva é o espaço ao qual todos pertencem, são aceitos, apoiados pelos colegas e pelos membros da comunidade escolar.

A educação da criança com Síndrome de Down encontra-se no limiar de uma nova era, na qual a criança com deficiência de qualquer natureza terá melhores oportunidades para ocupar seu lugar na sociedade, sem preconceito e discriminação.

Fonte: Livro, Síndrome de Down

De: José Salomão Schwartzman e Colaboradores.












Veja mais em: Educação

Artigos Relacionados


- Uma Educação Amplamente Especial
- Educação Especial
- EducaÇÃo Inclusiva E Escola Inclusiva
- Artigo (parte Tcc Psicologia)
- P.d.e Novo Plano Propõe Salto De Qualidade
- Alunos Com Necessidades Educativas Especiais Nas Classes Regulares
- A Educação Pode Tranformar A Sociedade?

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online