PUBLICIDADE

Página Principal : Educação


Bisbilhotar faz mal para a carreira




Neste artigo, a escritora Célia Leão, autora de Boas Maneiras de A a Z (Editora STS) e consultora de etiqueta empresarial, dá algumas dicas do que fazer em situações comuns sem sair malvisto, vamos ver:


Algumas perguntas ela diz que é melhor não fazer, por mais que a língua coce. ?É possível que você queira saber o salário de seu colega para poder comparar com o seu, mas, nesse caso, é melhor fazer uma pesquisa de mercado?, diz ela. Recorra a sites de recrutamento, como o SELPE, por exemplo, nestes sites costuma-se encontrar links com pesquisa salarial. Leia mais, mas não deixe a curiosidade estragar sua imagem.


Situações mais comuns:


 Quanto Custou? ? Sua colega aparece com uma bolsa nova, ou o amigo comprou a casa dos sonhos. O máximo que lhe cabe fazer é um elogio e, se a pessoa achar que deve, ela mesma vai se encarregar de lhe informar os mínimos detalhes. Agora, quanto custou já nem é mais questão de curiosidade: é falta de tato e de educação mesmo.


 Quando nasce? ? Essa pergunta, dependendo da situação, é totalmente indiscreta. Tome cuidado, quilos a mais nem sempre é sinal de gravidez, por isso não vá perguntar de quantos meses está a moça. Ocorrendo o fato, não tente explicar, pois qualquer um com bom senso e um pouco de inteligência será capaz de entender que não foi sua intenção cometer uma falha! ?Pense nisso tudo antes de falar algo de forma impensada e, pior ainda, ouvir uma resposta constrangedora?.


 Porque você saiu? ? Essa é a primeira pergunta que lhe vem à mente quando um colega de trabalho diz que está se desligando da empresa não é mesmo? Se a resposta foi não, você é um caso atípico. ?Morda a língua e espere que a pessoa que está deixando a empresa decida contar ? ou não ? o motivo de sua saída. Ela pode ter pedido demissão, ela pode ter sido demitida por um chefe carrasco, alguém pode ter-lhe puxado o tapete. O melhor é despedir-se do colega e mostrar, sinceramente, a falta que ele fará. Mais que isso, abra seus olhos e cuide de não criar a fama de bisbilhoteiro-mor?, diz a consultora de etiqueta empresarial, Célia Leão.


É isso ai pessoal, gostei muito das dicas da Célia Leão e fiz esse resumo com intuito de desenvolver e agregar conhecimento a todos vocês.


O artigo pode ser visto na edição de agosto da revista Você S.A., pág 100.


Até o próximo!


Enock Ferreira




Veja mais em: Educação

Artigos Relacionados


- Páginas Para Pensar
- Dinâmicas Para Momentos De Encontros
- Reconvenção
- Aprendizagem De Tipo Estímulo-resposta
- Solidão A Dois
- Catopê (folclore Brasileiro 5)
- Aprendizagem De Sinais

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online