PUBLICIDADE

Página Principal : Educação


As Crianças e a televisão




Versão do Artigo originalmente de dhawanbm, publicado em 09 de dezembro de 2007, com o título  As Crianças e a Televisão, neste endereço: "http://www.shvoong.com/ social-sciences/1720969-children-television"


É uma questão de grave preocupação que a televisão tem invadido de maneira ruim as nossas salas-de-estar. As crianças são as mais afetadas. A preocupação sobre os efeitos da televisão sobre as crianças tem centrado exclusivamente sobre o conteúdo dos programas que elas vêem. Os contatos sociais são limitados porque elas só vêem televisão quando estão sentadas em frente da tela em vez de ter algum contacto com outras pessoas. O comportamento das crianças certamente sofre uma grande mudança enquanto assistem curiosamente aos programas seguindo-os e compreendendo-os. Os pais estão profundamente perturbados em todo o mundo a respeito dos efeitos da televisão sobre seus filhos. Eles têm centrado as suas preocupações em relação ao tema dos programas. ACT (Action for children?s Television) E.U.A, tem pedido diretamente para reduzir a quantidade de violência nos programas, como também para protestar contra a incessante intervalos de comerciais que incentivam as crianças a implorar por brinquedos da moda e alimentos não saudáveis além de obrigarem seus pais a comprarem exageradamente futilidades. Eles também têm perguntado se seus pais têm o direito de questionar sobre os programas apontados aos jovens devem atender as necessidades específicas das crianças? Porém, são as necessidades das crianças que estão em jogo quando os pais exigem melhor. Certamente o fato das crianças assistirem tanta televisão reflete às necessidades dos pais encontrarem uma fonte cômoda de diversão para os seus filhos e um período de sossego para si mesmos. Suas ansiedades acerca de possíveis efeitos nocivos desse horário de exibição são bastante reduzidas se o tempo despendido pelo menos pareça educativo. Talvez haja uma série de falácias que os pais tenham se enganados em pensar que o problema da televisão vai ser resolvido pela melhoria da sua qualidade. Sugere-se, por exemplo, que um jovem não familiarizado com os programas televisivos vai achar difícil fazer amigos e será taxado de intruso. Por outro lado, inusitadamente outras crianças irão respeitarem a sua independência e reconhecer ? mesmo com inveja - a riqueza de suas atividades alternativas. Mais delicado é a crença equivocada de que a experiência que as crianças ganham vendo televisão é o mesmo que os adultos ganham assistindo televisão, as suas próprias experiências passadas e presentes entram em jogo. Eles assumem que irão adquirir conhecimentos numa idade muito mais jovem. Porém, as crianças têm muito poucas experiências reais para definir uma visão contrária. Então medo parental é desnecessário para eles, como TV é a principal fonte de experiência, os seus anos formativos são gastos largamente num mundo irreal, antinatural e de segunda mão. Por outro lado, é unanimemente reconhecido que a televisão é uma importante fonte de info-entretenimento , assim como uma fonte de aprendizado. Tal como um livro que apresenta imagens animadas em um formato de fácil compreensão. De uma maneira divertida apresenta uma grande quantidade de informações sobre países, mundo natural, história, atualidade e assim por diante. Mas o conhecimento atual da televisão - as crianças educadas estão muito à frente dos seus mentores. É para as crianças usarem suas mentes, o poder de aplicação, seus corpos, suas imaginações e raciocínio para enriquecerem suas vidas.




Veja mais em: Educação

Artigos Relacionados


- A Educação Atual
- Novela Brasileira Mutante Inspira Violência Familiar
- Crianças Abandonadas
- Castigo Ou JustiÇa
- Punições Nas Escolas
- As Crianças Precisam De Cuidados
- Abandono

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online