PUBLICIDADE

Página Principal : Educação


Diferentes estágios psicológicos das crianças - literatura infantil



Desenvolver o interesse e o hábito pela leitura é um processo que deve ser contínuo, que começa, em casa, aperfeiçoa-se na escola e continua pela vida inteira. Existem muitos fatores que influenciam o interesse pela leitura.

     A criança que houve histórias sempre em casa, que tem contato com livros, terá um desenvolvimento amplo e um ótimo vocabulário, e sempre querendo ler mais. Para esses estímulos, seguem-se estágios psicológicos da criança:

- O pré-leitor: categoria que abrange duas fases. Primeira infância (dos 15/17 meses aos 3 anos) A criança inicia o contato com  o mundo em volta de si, pelo  contato afetivo e o tato.   A partir da percepção da criança com o meio em que vive, é possível estimulá-la oferecendo-lhe brinquedos, álbuns, chocalhos musicais.  Quais ela pode manuseá-los e nomeá-los e com a ajuda de um adulto, relacioná-los propiciando situações simples de leitura. Segunda infância (a partir dos 2/3 anos) É o início da fase egocêntrica. Está mais adaptada ao meio físico e aumenta sua capacidade e interesse pela comunicação verbal.  Interessa-se por atividades lúdicas, como brincar com o livro, o que para ela será mais importante e significativo. Livros para esta idade, seriam aqueles que propõem humor, expectativa ou mistério.

- O leitor iniciante (a partir dos 6/7 anos) Essa é a fase em que a criança começa a apropriar-se da decodificação dos símbolos gráficos, mas como ainda não sabe , precisa da ajuda do adulto. Para esta idade, os livros devem ser de linguagem simples, com inicio, meio e fim. Com muitas imagens e personagens que apresentem comportamento como: bom, mau forte fraco, feio e bonito, a historia deve ser engraçadas, para atrair o leitor.

-O leitor-em-processo (a partir dos 8/9anos) A criança já consegue combinar a leitura. Desenvolve-se facilmente, operações mentais já não são tão difíceis, e adora desafios colocados para ela. Este leitor se atrai por textos de humor, situações inesperadas e o imaginário também o agrada. Os livros a esta fase devem apresentar imagens e textos escritos em frases simples, de comunicação direta e objetiva.  O tema poderá ser um conflito, que deixará o texto mais emocionante com a solução do problema.

-O leitor fluente (a partir dos 10/11 anos) Agora que o leitor já esta firme, já é capaz de maior concentração, compreender o mundo apresentado no livro. É na fase da pré-adolescência que o leitor se reconhece como inteligente e capaz de arcar com as conseqüências, mas, pode passar também por um desequilíbrio egocêntrico. Gosta de histórias de valores políticos e éticos, por heróis ou heroínas que lutam por um ideal. Preferem textos que apresentam jovens em busca de espaço no meio em que vivem as imagens ainda é um elemento forte de atração. Atraem-se por mitos e lendas, policiais, romances e aventuras. O que mais os agradam são os contos, as crônicas e as novelas.

-O leitor crítico (a partir dos 12/13 anos) agora total é o domínio da leitura e escrita.  Capacidade de reflexão, pensamento reflexivo e a consciência crítica em relação ao mundo aumentam cada vez mais. O adolescente reflete muito, como fazer ou saber. È um leitor crítico e continua se interessando pelos tipos de leitura da fase anterior, é necessário salientar sobre a importância dos conceitos básicos da teoria literária.

      Com tantas condições necessárias ao desenvolvimento de hábitos positivos de leitura, o leitor só tem oportunidades para ler de todas as formas possíveis. Freqüentar livrarias, férias de livros e bibliotecas, excelentes sugestões para tornar permanente o hábito de leitura.



Veja mais em: Educação

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online