PUBLICIDADE

Página Principal : Educação


O Conhecimento, o mundo efêmero das mídias e a sobrevivência do livro



Uma das coisas que vem sendo discutida com muita freqüência refere-se à efemeridade dos suportes oferecidos pelos meios de informação. E, é interessante notar que, embora as avançadas tecnologias, cada vez mais, sejam acessadas por um infindável número de pessoas, não conseguiram (e é bem provável que jamais consigam) superar os conteúdos encontrados em um bom livro. E isto pode ser facilmente explicado: o que o mundo virtual oferece, na maioria dos casos, são informações banais, passageiras, descartáveis, resumos e resenhas de grandes obras e que, normalmente, não conduzem o leitor à profundidade e sensibilidade que o autor buscou transmitr. Talvez seja por esse motivo que ainda não se encontrou uma fórmula eficaz de substituir o velho livro, agravado pelo fato de que os suportes mecânicos, elétricos e eletrônicos têm demonstrado certa fragilidade, sendo, portanto, perecíveis e suscetíveis a uma série de ?apagões? inesperados, como é o caso da invasão de um vírus que pode, repentinamente, danificar todos os arquivos que foram pesquisados e salvos, devido a importância de seu teor. Sem contar que, mesmo faltando energia, qualquer livro pode ser lido, bastando que seja acesa e aproveitada a luz de uma simples vela. Como todos já sentiram na própria pele, os suportes técnicos atuais, não têm oferecido aos internautas o atendimento eficaz quando um problema surge no microcomputador e, não se tem previsão alguma de quando poderão proporcionar ao leitor virtual a devida confiança e segurança quanto à eficiência dos mesmos. Pode-se perceber, portanto, que o velho e bom livro, desmagnetizado e sem ser atrelado a nenhuma rede eletrônica, é o único sobrevivente confiável. Não entenda que o posicionamento aqui apresentado refere-se a um ponto de vista saudosista, mas, sim, à constatação de que os bons livros devem continuar sendo publicados pois, a leitura dos mesmos favorece o desenvolvimento do imaginário, da memória, além de ser uma garantia efetiva de que se tratam de instrumentos efetivos que se destacam, justamente porque nunca estão sujeitos a panes eletrônicas ou quedas de conexão de redes. 



Veja mais em: Educação

Artigos Relacionados


- Un Mar Sin Orillas
- O Cyberespaço E A Cybercultura
- Pedofilia - A Inocência Ferida E Traída
- Mini Cenários Do Cinema, Parte2
- O Marxismo
- Diferentes Estágios Psicológicos Das Crianças - Literatura Infantil
- O Desafio Da Tecnologia Na EducaÇÃo

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online