PUBLICIDADE

Página Principal : Educação


Aparelho Ideologico de Estado Escolar



No passado, o número dos Aparelhos Ideológicos de Estado era maior, sendo a Igreja o dominante, reunindo funções religiosas, escolares, de informação e de cultura. A Revolução Francesa resultou não apenas na transferência do poder do Estado para a burguesia capitalista comercial, resultando também no ataque ao Aparelho Ideológico de Estado número um - a Igreja -, substituída em seu papel dominante pelo Aparelho Ideológico de Estado Escolar. Na verdade, enquanto o Aparelho Ideológico de Estado político ocupava o primeiro plano no palco, na coxia o Aparelho Ideológico de Estado escolar foi estabelecido como dominante pela burguesia. Segundo Althusser, raros eram os professores que se posicionavam contra a ideologia, contra o sistema e contra as práticas que os aprisionavam. A maioria nem sequer suspeitava do trabalho que o sistema os obrigava a fazer ou, o que é ainda pior, pondo todo o seu empenho e engenhosidade em fazê-lo de acordo com a última orientação (os métodos novos). Eles questionavam tão pouco que pelo próprio devotamento contribuiam para manter e alimentar essa representação ideológica da escola, que hoje faz da Escola algo tão natural e indispensável quanto era a Igreja no passado.
Acreditamos, portanto ter boas razões para afirmar que, por trás dos jogos de seu Aparelho Ideológico de Estado político, que ocupava o primeiro plano do palco, a burguesia estabelecia como seu aparelho de Estado n° 1,diversas manipulações. Daí, vemos que o Serviço Social tem função prioritária, portanto, o aparelho escolar, que, na realidade, substitui o antigo aparelho ideológico de Estado dominante, a Igreja, em suas funções. Deve ter ações interventição no que tange a ideologia. Entretanto, a ideologia interpela os indivíduos enquanto sujeitos no cenário do Serviço Social, no momento em que as intervenções dos mecanismos dialéticos que envolve alunos&famílias, otimiza o ambiente escolar mostra o significado desta Ideologia. Fazendo uma analise pragmática peculiar do Serviço Social, proporcionando o nascer de ideologias pelos sujeitos e para os sujeitos, pois, ela existe para que os sujeitos saiam da condição de elementos de sombra e sejam protagonistas de sua história, engendrando uma estrutura de simetria- equânime, onde as mudanças enquanto aparelhos ideológicos não venham traduzir a moda do pensamento de outro sendo importa pelos dominantes e anulem a identidade enquanto sujeito.


Veja mais em: Educação

Artigos Relacionados


- Aparelhos Ideológicos De Estado
- O Maoísmo
- A Vida Cotidiana No Mundo Moderno
- Linhagens Do Estado Absolutista
- Culto à Vargas: A Propagando Política Durante O Estado Novo
- A Ideologia Em Geral, Karl Marx.
- Problemas Estruturais Do Estado Capitalista

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online