PUBLICIDADE

Página Principal : Educação


Piaget e Vigotsky no Brasil




Piaget e Vigotsky:

Breve síntese de suas teorias, influencias e introdução no Brasil.


Temos que Piaget e Vigotsky são dois grandes autores para a Psicologia e Pedagogia, apesar de não serem pedagogos. Foram contemporâneos, mas não se encontraram e somente quando da morte precoce de Vigotsky, Piaget veio a ler sobre este, mesmo antes Vigotsky tendo lido e citado em sua teoria as idéias de Piaget.

Piaget com sua teoria revolucionou o que se compreendia sobre a aprendizagem ao postular as diferenças entre a estruturação do conhecimento da criança e do adulto. Ao observar seus filhos e outras crianças o biólogo especializado em moluscos veio a elaborar toda uma teoria conhecida como Teoria Cognitiva que deu origem ao campo de

estudos da epistemologia genética. Em sua teoria do conhecimento Piaget coloca que existem quatro fases ou estágios para o desenvolvimento cognitivo no ser humano.

No primeiro momento, de 0 a 2 anos, a criança passa pela fase Sensório-Motor de desenvolvimento, onde aprenderá a se movimentar e a perceber as conseqüências e usos de seus possíveis movimentos corporais. Após, a partir dos dois anos de idade até por volta dos sete a criança passa a desenvolver o egocentrismo como principal característica, é a fase Pré-Operatória. Ao desenvolver noções de tempo, espaço, velocidade, ordem, casualidade a criança esta passando pela fase operatória-concreta que ocorre dos sete aos onze anos de idade. E aos doze anos em diante as estruturas cognitivas da criança alcançam seu nível mais elevado de desenvolvimento. A representação agora permite à criança uma abstração total, não se limitando mais à representação imediata e nem às relações previamente existentes. Agora a criança é capaz de pensar logicamente, formular hipóteses e buscar soluções, sem depender mais só da observação da realidade. (WADSWORTH, 1996).

Já Vigotsky em sua teoria criticava Piaget pelo fato deste ter menosprezado a ação do meio sócio-histórico-cultural no desenvolvimento cognitivo da criança. Vigotsky concentra seus estudos na relação do aprendizado e desenvolvimento com a linguagem e o uso de instrumentos simbólicos como ferramentas. Devido a sua morte precoce sua teoria não pode ser continuada, porém após o fim da guerra-fria sua obra veio a ser redescoberta dando nova força à corrente Sócio-Histórica ao resto da Europa e América, principalmente a Latina. Ainda citando sua precoce morte devido a tuberculose, vemos um certo tom de urgência em sua obra que em sua contemporaneidade foi proibida de ser publicada mesmo dentro da própria União Soviética que ainda vivia sob a sombra da revolução de 1917. Vigotsky buscava conciliar elementos marxistas da interação social a outros campos da ciência.

Suas idéias chegaram ao Brasil em meados dos anos 80, devido a um repensar da educação no país advinda da abertura política. Segundo Freitas (1994) a entrada da teoria sócio-histórica no Brasil se deu pela formação de grupos de pesquisa nas universidades paulistas: USP e Unicamp. A formação desses grupos teve origem no interesse das pessoas que passaram a integrá-los, ou porque vieram de uma formação de doutorado ou pós-doutorado no exterior, onde tiveram contato com a leitura, ou porque se interessaram, aqui mesmo, pela teoria. A maioria dos integrantes desses grupos foi iniciada pela leitura de Piaget e, por insatisfação com a sua prática, decidiu investir na busca de uma teoria que pudesse dar respostas às suas preocupações acerca dos fatores sociais e culturais que chamavam sua atenção. Portanto temos ai também a importância de Vigotsky para a educação, exercendo um papel complementar a teoria de Piaget e articulando o papel não só de pedagogos e demais educadores, mas também de antropólogos, sociólogos e outras ciências sociais. A corrente Sócio-Histórica tende a crescer cada vez mais no Brasil, porém deve-se atentar ao cuidado com más interpretações advindas da vinculação com o socialismo vigente em alguns países. Ao contrário do que possa parecer, as idéias de Vigotsky se contrapõe muitas vezes ao marxismo dogmático, radical e portanto possui diversos elementos que podem levar ao um repensar do socialismo-marxista.

Quanto a Piaget podemos citar como marco inicial de sua introdução no Brasil a tradução do artigo: ?Remarques psychologiques sur le travail par équipes" (1935), publicado em um periódico do Ensino do Estado de São Paulo. Devemos lembrar que nesse período a pedagogia brasileira passava pelo movimento da Escola Nova, onde se buscavam novas formas de educar baseadas nos conhecimentos da pedagogia, psicologia e outras ciências sociais.

Piaget traz sua contribuição para a educação diretamente com sua teoria que discorre sobre como e quando a criança aprende. Portanto daí educadores podem agir de melhor forma quanto a seus métodos e meios de educar. Assim Piaget apesar de não ser pedagogo e não ter trabalhado sua teoria com tal foco acaba por influenciar tal ciência a estabelecer novos conhecimentos e ferramentas de ensino.

Já no campo cientifico o trabalho de Piaget promove o construtivismo. A teoria peagetiana influenciou até mesmo campos da informática e cibernética, onde protótipos de inteligência artificial, modelos de interface de usuário e sistemas de programação foram concebidos a luz de tal teoria.



Veja mais em: Educação

Artigos Relacionados


- Aprendizagem E Auto Conhecimento: Vigotsky
- Piaget
- Aspectos Da Psicologia Do Desenvolvimento Em Minha PrÁtica PedagÓgica
- Henri Wallon O Educador Integral
- Teoria Cognitiva - Jean Piaget
- Alfabetização: Teoria E Prática
- AlfabetizaÇÃo: A Perspectiva PsicogenÉtica E A SÓcio-histÓrica

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online