PUBLICIDADE

Página Principal : Educação


Idade para estudar?




Não existe uma idade própria para estudar, o que existe é a necessidade de querer saber mais, e isso não esta relacionado a idade cronológica, o ser humano em sua essência é formado e movido por conhecer, a escola como bem sabemos, é um destes espaços, onde o saber individual e não sistematizado passa a criar forma, portanto cabe a escola instigar o aluno a querer ampliar e extrapolar o que já traz consigo.

Acredito que na maioria dos casos, a volta à escola é movida pela ideia de concluir os estudos que por motivos diversos não puderam concluir, outros ainda por exigência da empresa, mas independente disso ao se sentirem parte da escola, gostam e sentem-se estimulados a freqüentar e concluir.

Esse retorno para muitos não é assim tão prazeroso considerando aqui o tempo que ficaram sem estudar, o cansaço do trabalho, as preocupações do dia a dia, por outro lado a escola acaba sendo também um escape, pois é um momento que o sujeito tem exclusivo para si, que ele trabalhará na construção e (re) formulação do seu saber.

Alguns dos adultos quando chegam à sala de aula, se sentem estranhos naquele ambiente, me recordo de alunos que no primeiro dia de aula foi até difícil fazê-los sentar, é como se estivessem em um outro mundo, ?homens que enfrentam a vida difícil e naquele momento se sentem fragilizados ou até amedrontados?. A EJA por todos estes motivos é um espaço onde o fazer docente tem muito mais significado, e cada conquista do estudante é também conquista do professor.

Um pouco da história do supletivo e seus fins(p.179).

Ao contrário do supletivo a EJA não tem este olhar compensatório tampouco um ensino voltado somente para a formação de mão de obra, ou força de trabalho, consegue romper com este conceito no sentido de pensar a educação não somente como escolarização.

O passo principal foi dado que é o reconhecimento da EJA não mais como uma modalidade de ensino, mas um direito assegurado pela LDB 9394/96/ Art.37.

Porém muito do que a lei propõe ainda não saiu do papel, por isso a importância de conhecermos as leis, de estudarmos e buscarmos conhecimento que se transformem em ações na Educação de Jovens e Adultos.

DEPOIMENTOS:

Luciane, 35 anos, casada, mãe de 2 filhas: ?Os Jovens não dão valor ao estudo, a EJA dá oportunidade de recuperar o tempo perdido, as pessoas bastante idade procuram na EJA uma ocupação mental, fazem amizades, e nos oferecem muito com a história de vida que trazem. Eu particularmente, estou buscando a EJA para recuperar o tempo perdido, pois parei de estudar porque casei cedo, agora estou realizando meu sonho de me formar no 2 grau....Se não existisse a EJA eu jamais realizaria meu sonho...

Dona Maria, 67 anos, ?Eu vim para a escola com interesse de aprender mais, eu não sabia quase escrever e ler, nem fazer soma.Eu estava doente, mas eu vinha andando e voltava andando, quando eu percebi eu estava curada?.(voltou estudar por recomendação médica, para ocupar a mente, segundo ela).



Veja mais em: Educação

Artigos Relacionados


- Vestibular - Uma Grande Injustiça Com O Jovem Brasileiro
- A Educação E O Respeito à Diversidade Para Com Os Professores, Alunos
- Relacionamento Educacional
- Concepção Da Educação De Jovens E Adultos - Eja
- Abaixo às Notas
- Técnicas De Avaliação Em Saula De Aula
- A Educação E A Tecnologia Da Informação

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online