PUBLICIDADE

Página Principal : Educação


www.tvbrasil.org.br/semcensu ra



Novo Acordo Ortográfico é como tabuada, basta decorar

Prometi a mim que não faria comentários sobre a implantação do Novo Acordo Ortográfico e sua utilidade ou não para nós que lemos e escrevemos. Descumpro o prometido, porque até que enfim ouvi alguém sério falar algo que preste com relação ao assunto. O professor Sérgio Nogueira, no programa Sem Censura (numa reprise da semana passada), deu um show e acabou com a lengalenga de que o Novo Acordo é isso ou aquilo, que serve para facilitar o Português do mundo e piorar a vida dos semianalfabetos brasileiros, etc.

Quando a apresentadora Leda Nagle, corajosamente, falou que a palavra autorretrato ficou feia, o professor foi brilhante: ?É uma questão de memória visual já formalizada, o que traz certa dificuldade em desconstruir a nova imagem. É uma questão de apenas acostumar a vista. Veja: escrevemos a palavra irreal a vida inteira e por isso não achamos que é uma palavra graficamente feia?. Perfeito professor! Essa explicação encerra a discussão infrutífera dos prós e contras do Novo Acordo Ortográfico.

Simples como passar um colírio nos olhos, as novas regras foram aprovadas e devem ser cumpridas. E não serão elas que vão melhorar ou piorar a nossa escrita. Quem não sabia escrever antes delas, continuará da mesma forma. Quem já sabia, vai decorá-las com o tempo. Algo como que já aconteceu na Matemática, quando carregávamos uma tabuada entre as folhas do caderno enquanto a decorávamos.


Veja mais em: Educação

Artigos Relacionados


- Reforma Ortográfica
- O Novo Acordo Ortográfico Da Língua Portuguesa
- Ortografia
- A Língua Portuguesa No Mundo
- Acentuação Gráfica Em Vigor
- A Identidade E Os Desafios Do Professor Frente As Novas Tecnologias
- Apagão Do Ensino Médio

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online