PUBLICIDADE

Página Principal : Educação


Marcelo FAZ UMA ESCOLHA






"Cada fracasso ensina ao homem algo que precisava aprender."



(Charles Dickens)


Marcelo, 12 anos, paulistano, aluno da quinta-série de uma escola municipal localizada no extremo leste da capital, região cercada de comunidades ou favelas ou como preferir.

O poder paralelo impera e os educadores lutam para não perder ?seus? alunos!

Marcelo tem os olhos esverdeados e arregalados, parece que está sempre com medo, tenso e vigilante o tempo todo; ele sorri pouco, seu é corpo franzino e fedido.

Ele recebeu da prefeitura: uniformes de verão e inverno; material escolar, livros didáticos. A entrega do leite é mensal, basta ele não faltar para ter direito.

Os alunos almoçam na escola e a refeição é feita com a supervisão de uma nutricionista, é de qualidade, saborosa e respeita a normas de higiene para a preparação de alimentos.

Dentistas visitam a escola, ministram palestras e tratam da saúde bucal dos alunos.

A biblioteca e sala de informática atendem bem às necessidades e desafios do ensino fundamental. Infelizmente o laboratório de Ciências foi desativado para se construir uma sala de aula.

A escola tem um corpo docente altamente capacitado com supervisores, escritores, diretores de escolas particulares, consultores educacionais, entre outros. Diversos professores são pós-graduados em Psicopedagogia e Gestão Educacional.

As atividades realizadas em Educação Física motivam os alunos e são adequadas a cada faixa etária, o professor dessa disciplina é um líder positivo que une a comunidade docente.

Os professores são compromissados com a educação e desenvolvem projetos pedagógicos de inclusão e aceleração da aprendizagem.

- O que falta ao Marcelo para ter excelente desenvolvimento cognitivo, afetivo e motor? Ser bem sucedido nos estudos?

Marcelo verbaliza suas ideias com clareza, escreve com dificuldade e falta muito. Quando ele comparece à aula, brinca na hora errada, perturba os colegas, não anota a matéria e não faz as atividades propostas, perdeu o material que recebeu da prefeitura.

Ele rouba e briga, apanha dos colegas porque não tem noção de perigo; seu corpo é miúdo, para compensar a fraqueza, ele faz armas com o compasso, caneta e régua, visto que provoca os alunos da oitava-série que são bem maiores que ele! Ao longo do ano as armas ficam mais perigosas.

Os alunos se queixam que o cheiro de Marcelo é insuportável e pedem para excluí-lo da escola. Os pais temem pela segurança de seus filhos.

Os professores avisam a Coordenação Pedagógica que Marcelo fica nos faróis do bairro a pedir esmolas.

A direção da escola segue os morosos caminhos legais para proteger o aluno e permitir que ele se desenvolva em segurança; aproprie-se da linguagem e se torne um cidadão ético.

A situação é urgente. Também é preciso proteger os demais alunos e professores dos comportamentos inadequados de Marcelo.

O pai de Marcelo morreu vitimado pela AIDS e sua mãe está presa por tráfico de drogas. Marcelo vive com sua avó que é muita idosa e tem problemas de locomoção. São vários os meios-irmãos dele.

Com a família a escola não pode contar.

Marcelo desaparece da escola por quatro meses, sabe-se que ele foi ?adotado? pelos traficantes, a velocidade do mal é impressionante e nada burocrática!

- O que falta ao Marcelo para ter sucesso nos estudos e tornar-se cidadão ético e feliz?

Marcelo, 12 anos, paulistano, aluno da quinta-série de uma escola municipal localizada no extremo leste da capital, região cercada de comunidades ou favelas ou como preferir, foi adotado por traficantes, não mais frequentou a escola. Ele ganhou do poder paralelo um tênis de marca, um boné ?irado? e de vez em quando Marcelo vai àquela lanchonete que tem um palhaço que dá brindes para quem come seus lanches engordurados.

O jovem Marcelo não precisa mais fazer arminhas com compasso e régua, agora ele tem em mãos um revólver!

Sabe-se que Marcelo morreu aos 13 anos durante um conflito entre gangues rivais.

A escola municipal que Marcelo frequentou por pouco tempo e que tem um corpo docente altamente capacitado com supervisores, escritores, diretores de escolas particulares, consultores, todos bem compromissados com a educação...

- O que faltou ao Marcelo para ter sucesso nos estudos e tornar-se cidadão ético e feliz?


Observação: Marcelo, nome fictício.

Para Saber Mais

Livro

? Violência na Escola. Um Guia Para Pais e Professores. Caren Ruotti, Renato Alves e Viviane de Oliveira Cubas. imprensa oficial. 2006.

Filmes

? Nenhum a Menos. Drama dirigido por Zhang Yimou, China, 1999.

? Elefante.Drama dirigido por Gus van Sant, EUA, 2003.

Nelson Pascarelli Filho
Consultor Científico-Educacional. Conferencista. Escritor da FTD. 16 livros didáticos publicados e adotados em todo Brasil. Professor Titular da SME/ SP. Professor da Universidade São Judas ? Cursos de Extensão. Professor do Colégio Dante Alighieri para turmas em recuperação. Diretor da Pascarelli Sciens, consultoria fundada em parceria com alunos intelectualmente superdotados. Pedagogo, Filósofo, Bacharel em Psicologia, Psicanalista; Biólogo com pós-graduação em Microbiologia. Palestrante do Rotary Club, Sieeesp, Aprofem/Abitep, Ecoplan/Sinpeem, Sinpros; Sabesp, GPEC, Rede Marista de Ensino, Universidade Nove de Julho e diversas Secretarias Municipais e Estaduais de Educação em todo o Brasil. Biografia incluída na Wikipédia em educadores brasileiros.

Contato para Cursos

[email protected]




Veja mais em: Educação

Artigos Relacionados


- Desafios Da Arquitetura Educacional - ConclusÃo
- Filmes Para CapacitaÇÃo Docente - Parte Iii
- EducaÇÃo: Uma Das Poucas Saídas Da Pobreza
- Violência Na Escola: Um Guia Para Pais E Professores
- PolÍtica De FormaÇÃo De Leitores
- A ImplementaÇÃo Da Capoeira No CurrÍculo Escolar Pela Prefeitura De Municipal De Campinas
- Educação Significativa

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online