PUBLICIDADE

Página Principal : Educação


Alunos com Necessidades Educativas Especiais nas Classes Regulares



      A inclusão significa atender o aluno com NEE na classe regular com o apoio de serviços de educação especial. O princípio da inclusão não deve ser tido como um conceito inflexível, pois o aluno com NEE deve ser integrado na classe regular sempre que possível, salvaguardando, os seus direitos. Para isso há que respeitar as características individuais e as necessidades específicas do aluno.

    Na inclusão do aluno com NEE há quatro responsáveis principais: o Estado (através da legislação e financiamento), a Escola (planificação, sensibilização e apoio, flexibilidade e formação), a Família (formação, participação e apoio) e a Comunidade (participação, apoio e formação).

    Os princípios que norteiam o atendimento de alunos com NEE são essencialmente dois: o da integração e o da inclusão. É também de referir a normalização, a qual é um princípio que tem a ver com o facto de se tentar fazer com que a vida do indivíduo dito "excepcional", incluindo a sua educação, seja o mais semelhante possível à do indivíduo dito "normal".

    Deste modo, surge o conceito de NEE, o qual vem responder ao princípio da progressiva democratização das sociedades, proporcionando uma igualdade de direitos, nomeadamente no que diz respeito à não discriminação por raça, religião, opinião, características intelectuais e físicas, a toda a criança em idade escolar. O conceito abrange, assim, crianças e adolescentes com aprendizagens atípicas, isto é, que não acompanham o currículo normal, sendo necessário proceder a adaptações curriculares, de acordo com o quadro em que se insere a problemática da criança ou do adolescente.

    As problemáticas associadas às NEE são: físicas, sensoriais, intelectuais, emocionais e dificuldades de aprendizagem. É de salientar que a criança ou adolescente com NEE tem direito a um programa de educação público, adequado e gratuito, num meio de aprendizagem o mais apropriado possível. 

    Podemos considerar dois tipos de NEE: as permanentes e as temporárias. As permanentes acompanham a pessoa ao longo da vida, mas com intensidades diferentes (problemas orgânicos, funcionais, défices socioculturais e económicos graves). As NEE temporárias são pequenas dificuldades que com a educação e com terapias conseguem ser ultrapassadas (exemplo: problemas ligeiros de leitura, escrita ou cálculo).

    Deste modo, os objectivos educacionais para as crianças com NEE, especialmente aquelas com NEE temporárias, são os mesmos que os definidos para as outras crianças: melhorar a cognição e a sua capacidade de resolução de problemas enquanto sujeitos de aprendizagem.    




Veja mais em: Educação

Artigos Relacionados


- Diversidade Também Se Aprende Na Pré-escola
- O Caminho é A Inclusão Nas Escolas
- Educação E A Sindrome De Down
- Estatuto Da Criança & Do Adolescente
- A Importância Da Cidadania No Universo Da Aprendizagem
- Dificuldades De Aprendizagem
- Uma Educação Amplamente Especial

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online