PUBLICIDADE

Página Principal : Artes


O soldado que Roubou meu pai



SOLDADO QUE ROUBOU MEU PAI   SOLDADO roubou meu pai,   Roubou a minha infância, minha inocência, Deixa-me saborear o terror de ver a arma maldita Que dá poder ao homem que se esconde à sua sombra, Como poderei viver sem o amor de meu pai, Vi-o implorar por clemência, Chorar para me salvar da fúria homicida, Nada possuía, mas dava-me amor e sentia segurança na sua sombra Era meu amigo de folguedos, agora não mais, Porque DEUS permite os homens atolarem-se na violência, Aterrorizando ferozmente quem não pode defender a vida Não mais terei seu colo para me encantar com histórias que não mais lembra!   Soldado roubou meu pai,   O desespero que senti vê-lo morrer implorando clemência, Mãos postas como a orar, ao Altíssimo para lhe pouparem a vida, O tiro maldito, atravessou sua cabeça, a imagem ainda fica e relembra,   Soldado roubou meu pai?   Um último olhar me deitou, com amor de penitência Antes de lhe fugir, pelo buraco da bala, sua vida, Todo o amor que me tinha, e a mim, ainda me lembra,   Soldado que roubou meu pai?   Ajoelhado perante o algoz, como em penitencia Minhas lágrimas solto, pois tamanha dor não pode ser contida, E o rosto sem expressão, diante de mim só lembra   Soldado que roubou meu pai?   Tão poderoso em sua farda, marchando com cadencia, Só consigo vislumbrar a dor tamanha sentida Debaixo daquela arvore, sentindo a sombra No soldado que roubou meu pai?

Sexta-feira, 25 de Novembro de 2005    (por Edmundo H.G.Silva)


Veja mais em: Artes

Artigos Relacionados


- O Sol Por Testemunha
- Jerusalém Reconstruida !! CÓdigo Da Biblia,
- Mega Memória ? O Brasil Em 1969
- Amor
- Versão Do Amor No Ser Humano
- Amor é A Solução
- Jesus,exemplo De Amor Maior

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online