PUBLICIDADE

Página Principal : História


Colonização do Brasil e Capitanias Hereditárias



? As Grandes Navegações, após a assinatura do Tratado de Tordesilhas entre Espanha e Portugal, levaram os portugueses à América em busca de metais preciosos.

? Batizaram a terra dominada de Ilha de Vera Cruz, após, Terra de Santa Cruz e, depois de explorar do pau-brasil o cerne vermelho que servia para tingir os tecidos europeus, de Brasil.

? Após receber machados, facas e várias bugigangas, os índios trabalhavam em favor da extração do pau-brasil, eram os escambos.

? Entre 1501 e 1530ocorreram várias expedições explorando o território colonial português, destacando-se a de Martim Afonso de Souza.

? Objetivos encaminhados pelo rei de Portugal D. João III:

1. Procurar metais preciosos;

2. Retirar os franceses que se aproximavam;

3. Criar povoações litorâneas.

? Como era comum na região do rio Prata, Martim Afonso acabou naufragando próximo a Punta del Leste, salvou-se e fundou ali a Vila de São Vicente.

? Na Vila de São Vicente, Martim Afonso organizava a política e a administrava com a ajuda de João Ramalho que já era um grande conhecedor daquela região.

CAPITANIAS HEREDITÁRIAS

? Domínio português sobre vários territórios com um sistema administrativo descentralizado.

? As terras brasileiras exploradas e dominadas por Martim Afonso foram divididas em 15 lotes.

? 12 membros da pequena nobreza tornaram-se os administradores.

? Carta de Doação: dava direito a 10 léguas de propriedade.

? Floral: permitia ao donatário (administrador) cobrar imposto em sua capitania.

? Os donatários eram responsáveis pela capitania e deviam obediência apenas ao rei.

? As capitanias fracassaram por falta de recursos, exceto a de Pernambuco (Duarte Coelho) e a de São Vicente (Martim Afonso).

? As capitanias permanecentes devem seu sucesso à produção de açúcar e boa administração.

? Em 1548 surgiu o Governo Geral:

1. As capitanias tornaram-se uma divisão político-administrativa subordinadas ao Governo Geral.

2. Tomé de Souza (1549-53): Surgiu o primeiro bispado do Brasil em Salvador.

3. Duarte da Costa (1553-57): Chegada de vários jesuítas.

4. Mem de Sá (1557-72): Expulsou os franceses do Rio de Janeiro e auxiliou no trabalho dos jesuítas, porém com forte violência aos nativos rebeldes.

? Câmaras: Decidia a administração das vilas e burocracias da colônia.

AÇÚCAR, ESCRAVIDÃO E QUILOMBOS

? A produção de açúcar era voltada para o trabalho externo e garantida a partir do trabalho escravo.

? Após a escravidão indígena do início do processo de colonização, o Brasil passou a escravizar negros africanos.

? No tráfico negreiro, durante a travessia do Atlântico, entre 40% e 50% dos negros morriam devido às condições do navio.

? A escravidão de negros era lucrativa ao tráfico, os africanos eram experientes na agricultura e metalurgia, fatores que davam preferência à escravidão de africanos.

? Os negros resistiam à escravidão assassinando os senhores, fugindo ou mesmo suicidando-se.

? Os fugitivos fundaram núcleos populacionais, os quilombos.

? Quilombo dos Palmares: era liderado por Zumbi dos Palmares e foi o mais famoso dos quilombos, era situado na Zona da Barriga, atual Alagoas.

? A resistência palmarina durou até 1694, quando o bandeirante Domingos Jorge Velho aniquilou os rebeldes.

? A produção açucareira permaneceu forte e formou uma pirâmide social contendo o senhor-de-engenho no topo e na base estava a massa escrava.



Veja mais em: História

Artigos Relacionados


- A Administração Do Brasil No Período Colonial
- História Do Brasil
- Quilombo Dos Palmares: Os Negros Liderados Por Zumbi
- Capitanias Hereditárias : Começa A Administração Do Brasil Colonial
- Mulher No Poder
- Resultado Das Capitanias Hereditárias: Brasil
- O Ciclo Do Açúcar - Parte I

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online