PUBLICIDADE

Página Principal : Artes


As 7 Maravilhas da Era Medieval. Torre de Porcelana



Além das águas do rio Yangtzé, na província de Nanjing (Nanquim), no Leste da China, foi erigida a belíssima Torre de Porcelana denominada por seus construtores como "Bao''ensi", que significa "Templo da Gratidão" .
Foi registrada por Le Comte, matemático francês e primeiro ocidental no séc. XIX a contemplar sua magnificência. Ele a interpretou como "a mais bem erigida e nobre construção de todo o Oriente" .
Seu formato inferior era octogonal e possuía um diâmetro aproximado de 97 pés (29,56 m), tinha nove andares no total e sua altura girava em torno de 250 pés (76,2 metros). Para ser elevada, cada bloco da torre foi secado em separado durante o dia à luz do Sol e durante a noite sob a luz de 140 lâmpadas. Seus tijolos eram produzidos em porcelana branca que irradiava à luz do dia brilhando intensamente.
Suas camadas que comporiam o nível eram confeccionadas em tamanho cada vez menor para que não desmoronasse. A espiral se desenvolveu então em 130 etapas. Em 1801, um relâmpago golpeou a torre destruindo os três andares superiores. Em 1852 um missionário norte americano viajou para a cidade e contemplou a planta original com um projeto em que sua altura seria de 330 pés (100,58 metros) e treze níveis, algo que nunca foi completado.
Pouco depois, rebeldes de Taiping destruíram o que restou da imensa torre de Nanjing. No mundo ocidental, foi tratada como a Torre de Porcelana devido à confecção do seu material principal e foi desde então, rotulada como uma das sete maravilhas do mundo. O fato de não ter obtido a altura inicialmente ambicionada fez pouca diferença, pois o resultado obtido com o trabalho tinha um esplendor em que suas medidas ainda que maiores, não poderiam ofuscar ficando memorável a todos seus visitantes. Ela tinha como base do material, porcelana branca colorida com esmaltes verdes, amarelos e com o marrom para dar forma a animais, paisagens, flores e bambu. Com sua destruição, não apenas a sua existência como também todo seu relato foi esquecido pela maior parte dos historiadores. Para muitos povos que conheceram a magnífica torre de Porcelana, ela era um exemplo sublime da elegância da arte budista. Ao se conseguir concluir uma torre em porcelana como esta, passou a ser viável a construção de embarcações acelerando toda a estratégia naval, além de poder controlar os raros recursos de seu território aumentando evidentemente todo o seu mercado e sua renda.


Veja mais em: Artes

Artigos Relacionados


- As 7 Maravilhas Da Era Medieval Torre De Pisa
- As 7 Maravilhas Da Era Medieval. A Muralha Da China
- Bíblia - A Torre De Babel
- Democradura: é A Democracia Sem A Participação Do Cidadão
- Mega Memória - A Queda Do Muro De Berlim
- Art Nouveau
- Amadeo Souza-cardoso Fotobiografia

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online