PUBLICIDADE

Página Principal : Artes


Ballet: Corte francesa




Ao se casar com Herinque II, da França, em 1533, Catarina de Medici, importou o balleto da corte italiana para sua nova casa na França, onde este se transformou em balé . Em 1573, ela representou " ballet des Polonais" --- música de Roland de Lassus, a poesia de Pierre de Ronsard, e as danças de Balthazar de Beaujoyeux. O mais famoso trabalho de Beaujoyeux foi no Ballet Comique de la Reine, apresentado em 1581.
Luís XIV, patrono das artes e bailarino nos balés da corte, fundou a ''Academie Royale de danse'' em 1661. Seu mestre de dança, Pierre Beauchamps, inventou posicões para os pés na técnica de ballet clássico e ainda criou muitos balés, divertissements, e comédias-balés (uma comédia falada com dança representando as cenas) com a colaboração de Moliere e do compositor Jean Baptiste Lully. "Le Triomphe de L''Amour" (1681) foi a obra-prima de Beauchamps e Lully; ela agradou La Fontaine, a primeira mulher a dançar profissionalmente o balé. A partir daí o francês passou a ser a língua oficial do balé, onde cada passo tem seu nome descrito por ela.


Veja mais em: Artes

Artigos Relacionados


- Ballet Contemporâneo
- História Do BalÉ
- Introdução: Ballet
- Ballet Romântico
- A Revolução Francesa
- Cinema - Se é A 7ª Arte, Quais São As Outras 6?
- A Queda Da Bastilha

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online