PUBLICIDADE

Página Principal : Artes


Poesia / Vulto



A cada vulto que passa a cada vulto que vejo
imagino ser você menina, o fruto do meu desejo
que vem ao meu encontro e de pronto meu coração dispara.
È a saudade que me deixa assim nesta ansiedade
percorrendo toda a cidade, andando de rua em rua
louco de saudade sua, pois você se tornou um vício
e o que era só uma curiosidade natural hoje se tornou um mal
e é por isso que fico assim em desespero
procurando em cada canto em cada esquina
o rosto desta menina que me viciou em seu tempero, em seu perfume , em seu cheiro
e a cada vulto que passa a cada vulto que vejo
imagino ser você menina o fruto do meu desejo
que vem ao meu encontro para saciar este meu vício
que teve seu início no gosto do seu beijo....


Veja mais em: Artes

Artigos Relacionados


- Crônica / Na Rua Do Meu Destino
- Um Brilho Hipnótico
- Eu Também Vou Estar Ali,filha
- Tudo Pra Ele Nada Envão
- Poesia / Meu Sonho Predileto
- Desejo E Reparação
- Cheiro De Infância

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online