PUBLICIDADE

Página Principal : Artes


A Música na Antiguidade



A partir de pinturas e esculturas gravadas em vasos túmulos e inscrições com desenhos de instrumentos e dançarinos que viemos a saber que os povos antigos possuiam instrumentos de cordas, sopro e percussão.

 Que dançavam em festas, guerras e cortejos fúnebres.

 No Egito eram esculpidos diversos instrumentos musicais como harpas, alaúdes, flautas, trompas e instrumentos e instrumentos de percussão.

 As civilizações chinesa e hindú, conservam até hoje suas antigas tradições musicais.

 A Bíblia nos fala sobre a civilização hebraica e seus instrumentos : Harpas, trompas e alaúdes.

 Os principais instrumentos gregos foram a lira, a flauta, trompas e harpas.

 O ritmo da música grega era estreitamente relacionado com o da poesia. 

 Poetas e musicista fundiam-se na mesma pessoa.

 Entre os gregos a música era considerada elemento fundamental na vida, no pensamento, na educação e no espírito.

 No Império Romano a música se desenvolveu a partir da música grega.

 Por São Gregório Magno, papa de 590 a 604, surgiram os cantos gregorianos.

 Na Idade Média, canções eram feitas por trovadores motivados principalmente pelo culto às mulheres, criaram poesias e músicas com temas apaixonados.

 A grande contribuição da Renascença musical italiana ao mundo foi o melodrama chamado Ópera.

 Com estilo recitativo ou representativo, uma espécie de declamação notada musicalmente.

 Nascia assim a Ópera.

 ninamar

[email protected]



Veja mais em: Artes

Artigos Relacionados


- Www.catolicismo.com.br
- Xenofobia
- Música
- O Sobrinho De Rameau
- Abigail Moura - Orquestra Afro-brasileira
- A Europa Medieval _ Parte I
- Canto

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online