PUBLICIDADE

Página Principal : Artes


De A. Warburg a E. H. Gombrich: notas sobre um problema de método



Tópicos do texto:

Textos de A. Warburg e conferências de F. Saxl lançados à mesma época que livro de Gombrich revelam vontade de atualização cultural.

Método Warburguiano: utilização dos testemunhos figurativos como fontes históricas.

Encontro de Saxl com Warburg.

Vínculo entra a vida e a obra do estudioso (Warburg)

- Viagem entre os índios puebles do Novo México;

- Estudo da astrologia e da magia nos séculos XV e XVI ? loucura;

- a influência dos antigos como uma obstinação;

Ao perceber a influência da Antigüidade Clássica no Renascimento, Warburg muda sua visão sobre a Antigüidade. Investigação sobre essa influência a partir de ?documentos de pouca importância?: cartas de mercadores, aventuras amorosas, testamentos, tapeçarias, quadros famosos e obscuros.

História da imagem do ponto de vista da teoria da cultura.

Relação variável entre linguagem falada e expressão figurativa, a meta é afirmar a função da criação das imagens na vida da civilização. Os outros temas eram derivações.

II. Obra de Warburg

Fragmentária e incompleta

Núcleo de problemas muito preciso

Wind: tentativa de sistematização dos conceitos e teorias de Warburg

Saxl: resultados concretos atingidos por Warburg

Inspiradores de Warburg:

Burckhard ? interpretação do Renascimento / Historiografia Individualizada

Nietzsche ? aspectos Dionisíacos da Antiguidade

Usener ? história das religiões ? Oriente X Ocidente

Pathosformeln ? formulação de Warburg.

?Fórmulas do patético? ? influência da mímica e do movimento para expressar emoções humanas.

III. Textos de Warburg ? ?método warburguiano?

Dificuldade em formular pontos comuns.

Warburg ? Dionísio / Saxl ? Apolo.

Relação entre Verdade e Tempo.

IV. Warburg relaciona história da arte à teoria da cultura.

Analisa as obras de arte por meio de testemunhos históricos e pela própria obra.

Estética ? Relações Culturais ? Iconografia

Saxl e a análise iconográfica como método historiográfico ? Falhas.

Documentação auxiliar com papel central e iconografias como secundárias.

Iconografia ? História: ocorre uma falha quando o dado iconográfico fica em segundo plano em relação às questões de estilo.

V. Panofsky ? analisa o nexo da interpretação iconográfica, chegando a indicar que é impossível uma descrição ?puramente formal?.

Justificação teórica das próprias pesquisas iconográficas.

Camadas:

Pré-iconográfica (sensibilidade);

Iconográfica (conhecimento);

Iconológica (essência);

(Panofsky)

Necessidade de associar abordagem iconográfica e estilística.

VI. Solução da dificuldade de se utilizarem testemunhos figurativos como fontes históricas.

Posições de Gombrich;

Fuga das generalizações;

Desconfiança a respeito da utilização dos testemunhos figurativos como fontes históricas.

VII. Circularidade na interpretação iconográfica.

VIII. Gombrich ? propõe considerações sobre estilo como antídoto para os problemas das pesquisas iconográficas

Esquema

Mudanças de concepções ? Vínculos e dependências ou contraposições que ligam as obras de arte.

IX. Gombrich ? Interdisciplinaridade

Conceito de ?função? nas formas de representação.

Necessidade de se estudar o contexto social

Sociologia, antropologia.



Veja mais em: Artes

Artigos Relacionados


- Estudos De Iconografia E Iconologia
- Iconografia
- Iconografia E Iconologia: A Arte Através De Seu Tema.
- A História Da Arte
- A Linha De Tempo Da História Da Arte
- A Pesquisa Em História
- A Construção Social Da Realidade

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online