PUBLICIDADE

Página Principal : Artes


Jornal de Poesia



O Jornal de Poesia nasceu nas calendas de junho de 1996, nos informa Soares Feitosa, seu criador e editor desde então. Em seu manifesto de fundação há o registro de que iniciou o projeto em Salvador e que depois o continuou a partir de Fortaleza, no Ceará. Como se isso fosse de fato relevante, quando a internet oferece ao jornal o mar virtual do mundo (http://www.jornaldepoesia.jor.br/).
O site veio para preencher uma lacuna na web. Como indicado no manifesto de fundação, naquele momento nascia de dentro do chão o Jornal de Poesia, um sítio de língua portuguesa para o mundo. E até hoje tem sido o principal portal brasileiro para autores canônicos de língua portuguesa, tais como Camões, Castro Alves e Machado de Assis, mas principalmente para poetas novos. São muitos milhares de nomes, com poemas, links e outras informações relevantes. Há também artigos e ensaios sobre teoria poética e literatura de um modo geral. Trata-se de um imenso armazém de poesia.
Talvez o aspecto mais importante do Jornal de Poesia seja sua função de ?cidadela contra o esquecimento?. Um imenso banco de dados poéticos para todos os cantos do mundo. Como diz seu editor, nada é cobrado para participar, mas também não pagam nada, exceto ?o preço da alma, eterno tributo e resgate da Poesia?. Para participar, basta ter uma página de poesia (poemas ou crítica literária) na Internet, colocar o link para o seu Jornal de Poesia e avisar o editor via e-mail ([email protected] ). A página do participante será cadastrada imediatamente no Jornal de Poesia.


Veja mais em: Artes

Artigos Relacionados


- Poesia Concreta
- Poetas E Poesias
- Os Perigos Da Poesia E Outros Ensaios
- Fuligem Poética
- Linguística E Poética (parte 1)
- Produção Artistica No Brasil/paulo Cesar Pinheiro
- Alberto Caeiro

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online