PUBLICIDADE

Página Principal : Artes


Van Gogh



Van Gogh



Vincent Van Gogh nasceu em Groot Zundert, uma aldeia no interior da Holanda em 1853. Seu pai era pastor calvinista e o criou, assim como o irmão Theo, de forma muito severa. As duas crianças tiveram uma infância triste numa casa antiga, escura, num lugar frio e chuvoso.

Rebelde e solitário, Vincent mudou-se aos 16 anos para Haia, cidade um pouco maior da Holanda, para trabalhar como representante comercial de livros de arte com o tio, que havia aberto uma sucursal de uma galeria de arte.

Começou a viajar pelo mundo. Visitou Bruxelas, Londres, mas seu maior desejo era conhecer Paris, o grande centro cultural e artístico da época.

Em 1875, então com 22 anos, conseguiu transferir-se para lá. Na capital francesa, conheceu artistas, visitou galerias, deslumbrou-se com a vida cultural da cidade ? e deixou de se interessar pelo trabalho, sendo demitido da galeria de arte.

Sozinho, deprimido e sem planos para o futuro, ele voltou à casa dos pais, onde sofreu sucessivas crises nervosas, que fortaleceram seu misticismo e o estimularam a dedicar-se à religião e a seguir a profissão de pastor, como o pai. Assim, em 1878, conseguiu um lugar de pregador missionário em uma mina de carvão na Bélgica.

Van Gogh pouco pregava, ocupando seu tempo em consolar os mineiros miseráveis. Acabou sendo afastado da missão religiosa em 1879. Doente e descrente, voltou para casa. Tinha 27 anos e nenhuma vocação. Do fracasso da pregação apostólica ao crescente interesse pelo desenho foi um passo. Seu irmão Theo, que ocupava, em Paris, um alto cargo na galeria de arte do tio, incentivou-o a pintar. Mandava-lhe dinheiro para comprar tintas e pincéis.

Van Gogh dedicou-se, então, ao estudo da perspectiva e da anatomia. E, entre altos e baixos, pintou várias telas sombrias, nas quais retratou a realidade dos mineiros e dos camponeses, as cores dos trigais e dos campos.

Van Gogh foi internado em sanatórios várias vezes, pois tinha mania de perseguição. Durante algum tempo, dividiu seu ateliê com Gauguin ? importante pintor francês que revolucionou o uso das cores. Mas também se desentendeu com ele.

Depois de uma de suas freqüentes brigas, Van Gogh cortou a própria orelha para provar seu arrependimento. Seu último ano de vida foi, também, o mais produtivo e turbulento: vivendo com o Dr. Gachet, um médico amigo e colecionador de arte, fez mais de 200 desenhos e 40 pinturas, entre elas Auto-Retrato com a Orelha Enfaixada, Os Ciprestres, O Trigal com Corvos, Retrato do Dr. Gachet. Mas seu irmão Theo não conseguiu vender nenhum deles, com exceção de A Vinha Vermelha.

No dia 27 de julho de 1890, o pintor saiu para o campo com uma arma na mão. Apontou contra o próprio peito e atirou. No sótão da galeria de arte do tio, mais de 700 pinturas aguardavam compradores.

Vincent Van Gogh revolucionou a história da pintura. Embora tenha sido influenciado pelos pintores impressionistas, sua obra e muito pessoa e solitária.

Ele era apaixonado pelas cores fortes e acreditava que podia transmitir emoções através dela. Usava cores opostas, como o azul e o amarelo, para aumentar a vibração de suas imagens. Também se utilizava de formas distorcidas e exagerava na perspectiva para aumentar a expressividade de suas composições.

Outra característica de Van Gogh era o movimento da pincelada e o uso de camadas espessas de tinta.



Veja mais em: Artes

Artigos Relacionados


- Os Corvos No Milharal (uma Carta De Van Gogh)
- Pissarro
- Abstracionismo
- Arte Moderna/fauvismo/matisse
- Http://clientes.insite.com.b R/maguetas/impressionismo.ph P
- Monet
- Impressionismo

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online