PUBLICIDADE

Página Principal : Artes


O cenário no Teatro de Fantoches



  Existe para o trabalho  com fantoches de teclado e para as sombras dispositivos particulares para aas luzes e  para as telas. Em certas formas de representação muito antigas ou também muito modernas, a barraca, ou castelinho desaparece completamente e o manipulador aparece  ou os bonecos são movidos por pessoas encobertas e disfarçadas pelo luminotecnia ou  engenhos eléctricos num palco normal, à vista do público.

O emprego dos fantoches permite a um intérprete ou grupo de manipuladores, na técnica dos fios e de vara, representar papeis múltiplos.  As companhias tradicionais de fantoches, as companhias escolares, os números de music-hall, apresentam com raras excepções, um numero reduzido de intérpretes humanos. Esta redução possível do número de intérpretes, ligados aos outros problemas económicos da exploração dos espectáculos, favoreceu o desenvolvimento de carácter familiar das companhias. A arte dos fantoches, praticada assim pelos grupos familiares de tradições muito pessoais, viu os aspectos estéticos e técnicos da sua cenografia obedecer às leis das realizações familiares e forasteiras.

Na Europa, o teatro fixo de fantoches nasce tardiamente. Ao lado dos espectáculos populares feirantes, vê-se aparecer, por alturas do Renascimento, espectáculos apresentados  em salas. Essa evolução é todavia fortemente condicionada pela existência de um mecenato. O requinte técnico toma aí grande desenvolvimento, mas, duma maneira geral, não houveram inovações cenográficas específicas de teatro de fantoches senão na redução dos palcos e das salas, quando estas são adaptadas. Os fantoches de manga aproveitarão eventualmente dessa fixação para ?se enterrarem?. O fosso melhora o ângulo visual, a apresentação da banda desenvolve-se  em profundidade  e os planos multiplicam-se.

Uma concepção arquitectónica e técnica da sala e do palco, própria para a representação de fantoches aparece e mantém o seu renascimento no sec. XX.  A evolução dos espectáculos, certas experiências originais ? teatrais ou cenográficas ? a luta generalizada contra a quadra à italiana, a participação cada vez maior das artes plásticas na elaboração dos espectáculos, o desenvolvimento do cinema e das técnicas de projecção, o despojamento dos palcos, a cada vez maior parte que tomam a luz e o som, e tantos outros elementos,  reintroduzem, com a participação de um público popular, a noção alargada de animação.

Animadora de sinais, a cenografia dos espectáculos de fantoches assimila as experiências e encontra, através delas, o seu objecto essencial, sendo estes espectáculos muitissimos visuais e cheios de espectativas..

 




Veja mais em: Artes

Artigos Relacionados


- Fantoches- Suas Origens E Tradições Religiosas
- Fantoches - Suas Origens Profanas
- As Marionetas De Fios
- Os Fantoches E A Literatura
- Os Fantoches Na Educação
- Ballet - Historia Da Dança Classica
- Érico VerÍssimo: Biografia

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online