PUBLICIDADE

Página Principal : Artes


Cinema - Ficção Exagerada



Cinema - Ficção Exagerada

Os robôs de hoje estão muito longe dos robôs do cinema e a culpa não é dos cientistas. A ficção científica dos cinemas sempre foi mais ficção do que científica. O melhor exemplo são os robôs do filme O Exterminador do Futuro 1 e 2. No primeiro, a máquina mesmo após ter sido desmembrada, continuava viva, rastejando, na tentativa de cumprir a missão a qualquer custo. No segundo, criam um robô com um material estranhíssimo, no qual cada pedaço podia se liquefazer, era independente e inteligente. Podia adquirir qualquer forma, separar-se e se reagrupar de novo. Tudo infinitamente distante do que a atual tecnologia possa fazer.


Veja mais em: Artes

Artigos Relacionados


- Inteligência Artificial - Filme
- Inteligência Artificial (i.a)
- Cinema ? Hollywood Transforma Os Cientistas Em Caricaturas
- Sunshine - Missão Solar
- Breve Observação Sobre O Filme Transformers
- Ai - Inteligência Artificial
- O Homem Invisível

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online