PUBLICIDADE

Página Principal : Artes


Mega Poema - Amanhã, meu filho, tudo será melhor...



Mega Poema - Amanhã, meu filho, tudo será melhor...

Amanhã, meu filho, tudo será diferente

Ir-se-a angústia pela porta dos fundos, que hão de fecha para sempre, as mãos dos homens novos

Reinará o camponês sobre a sua terra (pequena, mas sua),

Florida nos beijos do seu trabalho alegre

Não serão prostitutas as filhas do operário, nem as do camponês;

Pão e roupa terá do seu trabalho honrado,

Terminarão as lágrimas do lar proletário

Não haverá açoites, nem cárcere, nem bala de fuzil que suprimam suas idéias.

Caminharás pelas ruas da tuas cidades, em tuas mãos, as mãos as mãos de teus filhos

Como agora eu não posso fazer contigo!

Não fechará o cárcere teus anos juvenis como fecham os meus

Não morrerás no exílio, com os olhos trêmulos, anelando ver belas paisagens de tua pátria

Como morreu meu pai

Amanhã, meu filho, tudo será diferente...

Edwin Castro, poeta nicaraguense, morto no cárcere.

Um poema dedicado a seu filho pequeno, do livro Sangue pelo povo, Editora Vozes



Veja mais em: Artes

Artigos Relacionados


- Educação Cristã
- Não Estou Desamparado
- Exames
- Amor Feminino
- O Gênero & A Palavra Lírico
- OraÇÃo Do Cavalo
- A árvore Dos Problemas - Metafora

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online