PUBLICIDADE

Página Principal : Cinema e Teatro


Futurismo na mente de um mestre_ ?Metropolis? (1927) de Fritz Lang



Metropolis: A acção do filme tem lugar no ano de 2026. Joh Fredersen reina na cidade de Metropolis. Referem-se a ele como ?Master? e ele detém controlo absoluto de tudo. Na futuristica cidade de Metropolis, sua população é constituída por duas classes distintas, uma privilegiada que vive no luxo, em espectaculares edifícios que tocam o céu. Suas vidas de luxo e laser advêm da densa mão de obra, que dos subterrâneos colocam a cidade em funcionamento. A necessidade destes trabalhadores é importante para Fredersen, que espera que trabalhem, como máquinas, dez horas por dia, sem queixas e perspectivas de futuro e assim tornar real a vida da cidade.
Estilo e Cinematografia
Ninguém poderá negar que Metropolis é uma obra prima visual. Tendo em consideração o período em que foi filmado, seus efeitos especiais são estrondosos. Não havia computadores para criar esses efeitos por isso todos eles foram criados à mão. Quer através de edição quer através da camera pelo cinematógrafo Karl Freund. Por exemplo as miniaturas realistas são obra de Eugene Schufftan, cujo o processo de empenho técnico veio a ser adoptado nos EUA. Para criar certos efeitos eram colocados espelhos estrategicamente posicionados. De modo a expor a imagem intencionada a ser projectada, a parte prateada do espelho tinha de ser raspada em locais estrategicamente apropriados. Um único erro poderia arruinar o espelho assim como toda a imagem. Este processo teve de ser empregue, quando essa era a intenção, em cada plano composto.
Motivos
Expressionismo Alemão
Apesar de existirem diversas teorias acerca do Expressionismo Alemão, todas elas o indiciam como uma teoria da arte que expressa sentimentos de forma abstracta. O Expressionismo prevaleceu nas artes mesmo depois da I Grande Guerra, Quando a Alemanha entrou num período de calamidade e confusão, numa quase histérica disparidade a par com a economia num país que cavalgava sob a inflação. Os cinematógrafos alemães capitalizaram neste terror abrangente ao procurarem explorar o fantástico, o misterioso e o macabro.
Os primeiros temas do expressionismo basearam-se na luta humana para tirar sentido do mundo que os rodeava. Os filmes Expressionistas procuram encontrar respostas aos nossos problemas. Estes filmes levantam sempre um sentimento de que algo está errado e deslocado. Estes sentimentos manifestam-se no ?Metropolis? na forma como os trabalhadores são desumanizados. Apresenta-se um conflito: proprietários vs. trabalhadores.
Simbolos
Simbolismo Religioso
Os símbolos mais óbvios no ?Metropolis? são sem dúvida os religiosos. Este filme tem símbolos suficientes para devotar paginas a assinala-los. No entanto os mais óbvios são aqueles que envolvem Freder e Maria.
O filme forma paralelo entre a história bíblica de Adão e Eva, sendo mais exacto, a tentação do homem. Freder é o milagre dos Jardins Eternos tal como Adão. Está sempre muito contente perseguindo raparigas em redor de uma bela fonte. Maria surge e dá-lhe conhecimento dos trabalhadores, dos subterrâneos; isto faz com que ele caia na realidade, num estado detentor de conhecimento e de simpatia à causa da liberdade. Na superfície deste mundo encontra-se uma sociedade utópica, onde ninguém trabalha, como se comparando-a ao céu, mas a sobrevivência desta sociedade e cidade está dependente por inteiro do mundo subterrâneo, e seus trabalhadores.


Veja mais em: Cinema e Teatro

Artigos Relacionados


- Metropolis
- "cidadão Kane" (orson Welles, 1940)
- Jean Baudrillard Contra Keanu Reeves E Matrix
- Explorando Os Vampiros No Cinema Americano
- O Segredo De Brokeback Mountain
- Matrix
- E Tudo O Vento Levou

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online