PUBLICIDADE

Página Principal : Cinema e Teatro


Disposta a tudo (To die for)



Suzanne (Nicole Kidman) é uma jovem obstinada em conseguir triunfar no mundo da TV. Esta fixação irredutível legitima todas as atitudes premeditadas tendo em vista a concretização do sonho inevitável de fama... Numa pequena comunidade de New Hampshire ela vai prosperar juntamente com a sua ambição. Casa com Larry (Matt Dilon), um fã incondicional da sua beleza, cúmplice das suas vontades e demasiado compreensivo em relação aos seus caprichos. Arranja um emprego na estação de televisão autóctone que, apesar da escassez de meios e objectivos, parece a Suzanne a maior estação do mundo (todos os dias entra na redacção cheia de projectos e energia, deixando incrédulos os dois proprietários/ funcionários). Certo dia, a sua dedicação é recompensada com a promoção a apresentadora do boletim meteorológico. A sua exposição pública acarreta reconhecimento no meio em que vivia. A oportunidade de realizar um documentário de cariz sociológico acerca da juventude, conduzem-na até três jovens da escola local: Jimmy, Russell e Lydia. Com personalidades diluídas sob o efeito das drogas, eles eram o protótipo do jovem delinquente, do excluído social, do marginal "perigoso"... Larry começa, a conselho da irmã, a questionar as opções de Suzanne, bem como a ambicionar uma vida familiar mais estável, que passava por ter filhos e uma mulher mais presente. Descendente de italianos e com negócio na área da restauração, Larry sugere, a medo, que Suzanne abdique do seu sonho para abraçar o dele. A vontade de ter filhos não era compatível com o seu trajecto predestinado rumo ao sucesso; a maternidade não só deformava o corpo, como invalidava a ambição de fazer a cobertura do mundo noticioso. Envolve-se sentimentalmente com Jimmy, amando-o com todo o rigor profissional de uma estrela de televisão disposta a atingir um fim. Rodeia os jovens de uma falsa atenção, fá-los sentir importantes, convence-os da inevitabilidade de matarem o marido para poderem ser felizes. Utiliza-os para depois os desprezar com o mesmo á-vontade calculista com que os escolheu... Eles deixam-se enrolar pelas razões de Suzanne e, enquanto na televisão ela terminava a apresentação do seu programa de uma forma pouco convencional, com uma dedicatória especial ao marido, Jimmy e Russell davam despacho às suas ordens. O seu esquema teria resultado se a ira de uns sogros latinos, também eles dispostos a tudo para vingar a morte do filho, não fosse um obstáculo intransponível.
"Disposta a tudo" é uma comédia negra bastante bem conduzida por Gus Van Sant. Apresentada sob a forma de documentário, onde todas as pessoas que lidam de perto com Suzanne são auscultadas através do recurso sistemático ao flashback, sem contudo alterar a sequência narrativa. A talentosa Nicole Kidman é convincente no papel da descontraída e determinada Suzanne. Apesar dos seus comportamentos pouco éticos, nunca consegue despertar em nós o sentimento de repulsa. A sua frescura é contagiante; é a bela e o monstro sem nunca deixar de ser bela quando é monstro. A história de uma mulher e do seu sonho obsessivo é tratado com uma integridade descomprometida, alegre e original. Complementam-na um leque de actores perfeitamente identificado com as personagens que representam.


Veja mais em: Cinema e Teatro

Artigos Relacionados


- Os Pais ? Como Ter Um Remoto Controle Sobre A Tv
- A Cor Do Dinheiro (the Color Of Money)
- As Crianças E A Televisão
- Jovem
- Reencarnação
- A Estrutura De Ana Terra
- O Feminismo No Filme: Erin Brockovich

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online