PUBLICIDADE

Página Principal : Cinema e Teatro


Sob o sol da Toscana



SOB O SOL DA TOSCANA

       "Sob o sol da Toscana", é um filme que pelo nome, podemos associá-lo como açucarado. Lêdo engano. A película, baseada no livro de Frances Maye(Lane), sob a direção de Audrey Wells, começa mostrando a protagonista, Diane Lane, escritora, numa recepção literária. Comes e bebes. Pessoas inteligentes. Conversa interessante (?). Mais um dia, como tantos outros. 

       Adiantando as cenas, vamos nos deparar com a personagem principal conversando com um advogado, sôbre o seu divórcio, e, ela, que achava que a sua vida, era uma das melhores do mundo.

       Mais à frente Lane se encontra com a sua melhor amiga, Patti (Sandra Oh) , lésbica e a sua companheira. Estão num restaurante. As amigas, procuram levantar o ânimo de Frances e a presenteiam com uma passagem aérea de 10 dias,  para a Toscana. No começo, ela, reluta, mas, em poucos dias acaba por aceitar, pois, se vê na iminência de cair de cabeça numa profunda depressão.

       Nessa comédia/romântica, Frances, passeia pela bela Toscana, numa excursão gay e, ela, a única heterossexual à bordo do ônibus.

       Algumas pinceladas engraçadas acontecem e, ela, num rompante, vendo uma vila italiana e sendo tocada por sua intuição, resolve descer no meio do caminho e compra a respectiva vila.

       Uma grande reforma acontece e sui generis pedreiros poloneses dão mais um toque de leveza e humor ao filme.

       Decidida a esquecer de vez a sua dor, ela, arregaça as mangas e ajuda na obra.

       Um dia, tentando comprar um candelabro, na cidade vizinha, esbarra num belo tipo italiano (Marcello), Raoul Bova. Eros, canta a sua canção de amor e um rápido envolvimento acontece, mas, não queria o destino que os dois permanecessem juntos. Nova decepção e nova separação. Frances, pensa estar predestinada a solidão. Mas, ainda consegue tempo e disposição para dar uma de Cupido e unir o jovem pedreiro, Pavel, com uma bela italianinha. Na festa que se sucede ao casamento dos jovens, ela, conhece um  escritor americano. Os dois sentem uma forte empatia. Cortando da cena para alguns minutos à frente, vemos os dois muito envolvidos. Há alegria e cumplicidade.

       "Sob o sol da Toscana", mostra belas paisagens: colheita de azeitonas; parreirais; mar Tirreno; a vizinhança de belas cidades, como, Livorno, Pisa e Florença.

       Em várias locações, a flôr do girassol, é mostrada com muita pujança e forte cor, talvez, para gritar ao mundo que apesar dos pesares, sempre é tempo de se recomeçar e de que a vida humana, pode se assemelhar ao girassol em busca de luz e felicidade.


Veja mais em: Cinema e Teatro

Artigos Relacionados


- Alguém Tem Que Ceder
- Afinado No Amor
- Desejo E Reparação
- Depois De Horas
- Fantasma
- Antes Do Amanhecer
- Grandes Epopéias

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online