PUBLICIDADE

Página Principal : Cinema e Teatro


http://www.teatrodelpueblo.o rg.ar/teatro_abierto/index.h tm



Em 1980 surgiu, em Buenos Aires, o grupo Teatro Abierto (Teatro Aberto), durante a ditadura militar que assolou a Argentina entre 1976 e 1983, como um movimento de resistência cultural ao regime. Quase 200 pessoas, entre atores, diretores, plásticos e técnicos, participaram do primeiro ciclo, que aconteceu numa sala da periferia do centro de Buenos Aires, o Teatro del Picadero, que ficou lotada desde a primeira função, superando as 300 plateias com as que contava. O ciclo foi oferecido a preços populares e consistia em 20 peças apresentadas durante 2 meses. Mas, poucos dias depois, em 6 de agosto, um incêndio destruiu o local. Um comando vinculado à ditadura (que se dizia pertencente à Marinha) se adjudicou o atentado. Imediatamente, o ambiente cultural se mobilizou em solidariedade com o Teatro Abierto. Os donos de quase 20 salas de teatro se ofereceram para dar continuidade ao ciclo. Mais de 100 pintores doaram quadros destinados a recolher dinheiro para a reconstrução. Os mais importantes homens da cultura e dos direitos humanos, como Jorge Luis Borges, Ernesto Sábato e o Prêmio Nobel da Paz Adolfo Pérez Esquivel, expressaram sua adesão. O ciclo do Teatro Abierto pôde continuar no Teatro Tabarís.

Teatro Abierto completou três edições em 1981, 82 e 83, sob o regime militar, e se prolongou por mais duas durante o período democrático; mas, nesta última fase, seus integrantes se dedicaram a discutir como continuar, dado que a ditadura, que foi o pretexto para o movimento, já não existia. Em 1985, o Teatro Abierto desapareceu.

Teatro Abierto inspirou outros grupos como Danza Abierta, Poesía Abierta ou Cine Abierto, mas nenhum deles alcançaria a dimensão do fenômeno teatral.



Veja mais em: Cinema e Teatro

Artigos Relacionados


- Teatro Virtual
- Os Fantoches E A Literatura
- Ibsen E A Sua Herança
- "a Vida Que Eu Vivi No Teatro"
- A Miragem Dos Tempos
- Cinema é Geralmente Mais Popular Que Teatro. Por Quê?
- Crítica Teatral: "inês-gil Vicente Por Ele Mesmo" Da Cia Dos Ícones

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online