PUBLICIDADE

Página Principal : Teoria e Crítica


A casa das musas



Ana Hatherly é um dos nomes mais importantes da vanguarda artística e literária da segunda metade do século XX. Poeta, ensaísta e romancista, fez parte do Grupo de Poesia Experimental durante os anos 60 e 70. A sua produção artística desenvolve-se no campo das artes visuais, pintura, desenho, poesia e até cinema. A sua principal motivação é explorar as possíveis ligações sonoras e visuais da Palavra, estabelecendo pontos comuns entre a literatura e as artes visuais.
Neste seu ensaio "A casa das musas", Ana Hatherly dedica-se ao estudo da poesia visual do período barroco português e a relação que esta tem com a poesia visual do século XX. O seu objectivo não é justificar a poesia visual feita no século XX mas sim conhecer as suas raízes e trajecto ao longo dos tempos.
Mas o que é a poesia visual? O Concretismo e o Experimentalismo expandiram o conceito de poema como objecto escrito e a sua representação visual tornou-se um aspecto decisivo da sua estrutura, ou seja, pode resumir-se o que é poesia visual através das palavras da própria Ana Hathely: "retirar o poema da página e apresentá-lo como objecto tridimensional ou como uma performance". Um livro cativante como sugestão de leitura para quem se interesse por esta temática.


Veja mais em: Teoria e Crítica

Artigos Relacionados


- Poesia Concreta
- Poetas E Poesias
- Jornal De Poesia
- Imagem E Texto
- Os Perigos Da Poesia E Outros Ensaios
- Alberto Caeiro
- Produção Artistica No Brasil/paulo Cesar Pinheiro

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online