PUBLICIDADE

Página Principal : Teoria e Crítica


Quem mexeu no meu queijo?



?QUEM MEXEU NO MEU QUEIJO?? Uma maneira fantástica de lidar com as mudanças em seu trabalho e em sua vida. SPENCER JOHNSON, M. D. Prefácio de Kenneth Blanchard, Ph.D. Co-autores de gerente-minuto ( o método de gerenciamento mais popular do mundo) ED. RECORD - Edição revista e ampliada Os melhores planos de ratos e homens costumam dar errado. Robert Burns 1759 ? 1796 ? A vida não é um corredor reto e tranquilo que nós percorremos livres e sem empecilhos, mas um labirinto de passagens, pelas quais nós devemos procurar nosso caminho perdidos e confusos, de vez em quando presos em um beco sem saída. Porém, se tivermos fé, uma porta sempre será aberta para nós, não talvez aquela sobre a qual nós mesmos nunca pensamos, mas aquela que definitivamente se revelará boa para nós.? J. Cronin Quem mexeu no meu Queijo? É uma parábola simples que revela verdades profundas sobre mudanças. Spencer Johnson criou uma história divertida e esclarecedora sobre quatro personagens ? dois ratos e dois duendes do mesmo tamanho dos roedores ? que vivem em um labirinto em eterna procura por queijo, que os alimenta e os faz feliz. O queijo é uma metáfora daquilo que se deseja na vida, seja um bom emprego, em relacionamento amoroso, dinheiro, saúde ou paz espiritual. O labirinto é o local onde as pessoas procuram por isso: a empresa onde trabalham, a família ou a comunidade na qual se vive. Nesta história, os personagens defrontam-se com mudanças inesperadas. Um deles é bem-sucedido, e escreve o que aprendeu com sua experiência entre as paredes do labirinto. Suas palavras ensinam a lidar com a mudança para viver com menos estresse e alcançar mais sucesso no trabalho e na vida pessoal. Escrito para todas as idades, Quem mexeu no meu Queijo? Apresenta propostas que podem durar por toda a vida. PARTES DE TODOS NÓS As Simples e as Complexas Os quatro personagens imaginários descritos nesta história ? os ratos: Sniff e Scurry, e os duendes: Hem e Haw ? Têm a intenção de representar as partes simples e complexas de nós mesmos, independentemente de nossa idade, sexo, raça ou nacionalidade. Às vezes podemos agir como SNIFF Que percebe a mudança logo, ou SCURRY Que sai correndo em atividade, ou HEM Que rejeita a mudança, resistindo-lhe, assim como teme que ela leve a algo pior, ou HAW Que aprende a se adaptar a tempo, quando percebe que a mudança leva a alguma coisa melhor! Quaisquer que sejam as partes de nós que escolhemos utilizar, todos nós dividimos algo em comum: a necessidade de encontrar nosso caminho no labirinto e ser bem-sucedido em períodos de mudanças. A História por trás da História Por Kenneth Blanchard, Ph. D. Fico emocionado em contar para você ? a história por trás da história ? de ?Quem mexeu no meu Queijo??, por isso significa que o livro já foi escrito, por ser lido repetidamente e partilhado com outras pessoas. É algo que sempre quis que acontecesse desde que ouvi pela primeira vez Spencer Johnson contar a sua clássica e ótima história do ?Queijo?, anos atrás, antes de escrevermos juntos nosso livro O gerente-minuto. Lembro-me de que naquela época achei a história muito boa e desde então tenho posto em prática as lições que tirei dela. Esta é uma história de mudança, que se passa em um Labirinto, onde quatro personagens engraçados procuram pelo ?Queijo?, uma metáfora para o que queremos Ter na vida; seja um emprego, um relacionamento, dinheiro, uma casa grande, liberdade, saúde, reconhecimento, paz espiritual ou até mesmo uma atividade como corrida ou golfe. Cada um de nós tem a sua própria idéia do que é um Queijo, e o procuramos porque acreditamos que nos fará felizes. Se o obtemos, frequentemente ficamos ligados a ele. E se o perdemos, ou se nos é tirado, isso pode ser traumático. O ?Labirinto?, na história, representa o lugar onde você gasta tempo procurando pelo que quer. Pode ser a organização em que trabalha, a sociedade em que vive ou os relacionamentos que tem em sua vida. Eu conto a história do Queijo, que você está prestes a ler, emminhas palestras ao redor do mundo, e depois as pessoas me dizem que diferença isso faz para elas. Acredite ou não, esta curta história tem salvado carreiras, casamentos e vidas! Um dos muitos exemplos vem de Charlie Jones, um respeitado comentarista da NBC-TV, que revelou que ouvir a história de Quem mexeu no meu Queijo? Salvou sua carreira. Seu emprego é único, mas os princípios podem ser usados por qualquer pessoa. Eis o que aconteceu: Charlie se esforçara muito e fizera um ótimo trabalho comentando as Competições no Campo em uma apresentação anterior dos Jogos Olímpicos. Por isso ficou surpreso e aborrecido quando seu chefe lhe disse que ele não comentaria mais esses eventos e havia sido designado para Natação e Saltos Ornamentais. Sem conhecer bem tais esportes, ele se sentiu frustrado e desvalorizado, o que o deixou furioso. Aquilo não era justo! Sua raiva começou a afetar tudo o que fazia. Então, ele ouviu a história de Quem mexeu no meu Queijo?. Depois de ouvi-la, disse que riu de si mesmo e mudou de atitude.


Veja mais em: Teoria e Crítica

Artigos Relacionados


- "mexeram No Meu Queijo... E Daí?
- O Queijo E Os Vermes
- Educação Para A Vida
- Story Line - Rádio Tv
- Sexualmente Estável
- Opinião - Sinópse Sobre Filme Antes De Partir
- Voz Linda Em Corpo Horrendo

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online