PUBLICIDADE

Página Principal : Teoria e Crítica


MANIFESTO DO PARTIDO COMUNISTA



A resenha em epígrafe, pauta-se nas lutas que o Manifesto do Partido Comunista tem direcionado a favor do proletariado. A partir da organização dos mesmos em classes, associações e partidos, deterão uma poderosa arma a seu favor, desbancando a burguesia que explora e escraviza a classe do proletariado. Desde os primeiros tempos em que o homem habita na crosta terrestre existe a divisão e luta de classes, sendo que as primeiras manifestações de luta pela igualdade social ocorrem ainda na Era Cristã. Assim, a desigualdade marcada entre nobres e plebeus, senhores feudais e servos, burgueses e proletariado, ricos e pobres, atravessa geração a geração ocasionando conseqüências agravantes no meio social de todos os segmentos.O processo evolutivo do homem, o desenvolvimento de suas competências e habilidades, fazendo-o criar e inovar constantemente, gerou distorção nas classes sociais, onde poucos ganham muito e muitos não recebem nada. Aqueles que pouco ou nada recebem se vêm obrigados a oferecer, cada vez mais, a sua força de trabalho, único bem que dispõe, para garantir a sua sobrevivência, sujeitando-se muitas vezes, aos mandos e desmandos daqueles que detém o poder.À medida que o período das trocas de mercadorias foram sendo substituídas pelas moedas, ou seja, dinheiro, capital, a exploração da mão de obra se intensifica. A sociedade se urbaniza e requer novos meios de subsistência, moradia, empregos, etc. A classe trabalhadora foi denominada de proletariado e esta classe, numerosa, vende sua força de trabalho a fim de subsidiar-se.Quando esta força de trabalho se reúne, formando associações, surge a possibilidade de acesso aos direitos que lhes são devidos. Através de sindicatos, partidos políticos, tentam minimizar as desigualdades sociais, em busca de melhores condições de vida.Unidos, os proletariados podem pressionar a burguesia para conseguir os benefícios que precisam e merecem. Assim, o movimento proletariado se fundamenta na maioria das pessoas que compõem a sociedade, porém inferior no que se refere à posse dos bens materiais e é por isto que a burguesia consegue prevalecer, porque detém o capital.Os comunistas se originaram do Partido Comunista pelo qual, os proletários se organizaram em classes. O comunismo tem como objetivo principal abolir o poder de propriedade da burguesia. O comunismo deseja que o capital esteja acessível a todas as classes sociais, para que a mesma cresça igualitária. O proletariado, recebe salários desproporcionais e insuficientes a uma vida de qualidade. O que consegue, supre apenas suas necessidades básicas como a alimentação, o seu trabalho escravo, explora os indivíduos como um todo. A luta pela ascensão do proletariado é uma das principais metas que o Partido Comunista abraça, pois somente com a divisão igualitária e social de todos os bens sejam eles culturais, econômicos, financeiros e políticos, poderá haver uma sociedade em que todas as pessoas terão chances e oportunidades semelhantes, sem beneficiar este ou aquele, desenvolvendo-se com liberdade e autonomia.


Veja mais em: Teoria e Crítica

Artigos Relacionados


- O Sistema Capitalista E A IdÉia De Classes Sociais
- O Manifesto Comunista
- Manifesto Do Partido Comunista
- Manifesto Comunista
- Ideologia E Ciencia Social
- Karl Marx. In: O Mundo De Sofia
- Consciência De Classe

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online