PUBLICIDADE

Página Principal : Teoria e Crítica


Freud, a Educação e as Ilusões (Psico Pedagógicas)



Freud, a Educação e as Ilusões (Psico Pedagógicas)
Em seu livro denominado Freud, a Educação e as Ilusões (Psico Pedagógicas)o autor Leandro de Lajonquière apresenta-nos uma reanálise das idéias freudianas baseadas na educação. Segundo o autor, Freud antipedagogo (1982) de C. Millot, apoiado também por Bigeault e Terrier (1978), discorre da conjectura de que a "psicologia moderna de inspiração psicanalítica", derive de uma leitura parcial e insuficiente das idéias de Freud; e que essa leitura imprópria tiraria de Freud qualquer voto de mudança ou reforma educativa, desconhecendo com isso a evolução do pensamento freudiano. Millot, então, responsabiliza a natureza estrutural à luz da elucidação conceitual dos meandros na formulação definitiva do modelo pulsional freudiano, pela impossibilidade de prevenir as neuroses, como também de curar o mal-estar na educação. O autor cita-nos algumas conclusões, adotadas a partir das idéias e dos estudos de Bonneuil, que são as seguintes: 1. toda aplicação de um saber no campo educativo perfila-se como mais uma pedagogia moderna; 2. qualquer saber pedagógico moderno é, por definição, antinômico com a psicanálise; 3. não há aplicação da psicanálise à educação; 4. é possível uma "clareagem" psicanalítica da educação, entendida como uma espécie de aplicação em negativa; 5. uma educação "clareada" pela psicanálise revela-se uma empresa educativa excêntrica a respeito de toda e qualquer reflexão pedagógica; 6. uma educação não-pedagógica é "uma educação que reconhece o desejo" (Mannoni, 1985:26); 7. define-se a pedagogia como toda reflexão sistemática sobre a adequação natural meio-fim; 8. entende-se por educação apenas o dito processo relacional adulto-criança, no interior do qual advêm os "efeitos formativos" ou subjetivantes. Em suma, o fato da experiência de Bonneuil manter disjuntos educação e pedagogia, ilustra que a relação psicanálise-educação não equivale àquela pretendida entre a psicanálise e a pedagogia. No campo da problemática da educação, que foi uma das preocupações de Freud, o autor põe em pauta outra de suas preocupações: o indivíduo e a civilização. As primeiras anotações de Freud sobre a educação são de que ela seria tida como o veículo da moral, e com isso, toda crítica endereçada à dita natureza repressiva desta última passa a sustentar a esperança numa transformação educativa. Por outro lado, a preocupação com a educação se delineia de maneira sobre-imprimida à temática das relações indivíduo-sociedade, já que Freud acreditava, baseado na tese de que a ontogênese reproduz a filogênese, que as crianças experimentam os mesmos conflitos através dos quais passaram seus antepassados no transcorrer do processo de civilização. Com tudo isso, o autor conclui que uma espécie de lei pode ser sustentada: a de que "a esperança freudiana num reformismo social via educação é inversamente proporcional ao radicalismo e/ou pessimismo embutidos nos remanejamentos progressivos do modelo pulsional. Por efeito dessa lei, Freud passaria de propor expressamente uma diminuição da natureza repressiva da educação como, por exemplo, no texto la ilustración sexual Del niño (1907), a sustentar o caráter "conservador", tanto inevitável quanto desejável, da educação por ocasião da Lição XXXIV (1932). O desconhecimento dessa lei é precisamente sindicado como estando em causa nas diversas tentativas de aplicação da psicanálise à educação sob o mote de uma pedagogia psicanalítica". O autor também nos passa algumas idéias de Freud: "Freud, afirma, por oposição ao ideário pedagógico hegemônico no início deste século, que a educação deve "buscar seu caminho entre o laissez-faire e a frustração" (p.3186), bem como que a "missão" da "educação psicanalítica" é fazer do educando um "homem sadio e eficiente", com vistas a que não acabe se colocando "ao lado dos inimigos do progresso" (p.3187). Ou seja, Freud assinala a existê


Veja mais em: Teoria e Crítica

Artigos Relacionados


- Sigmund Freud. In: O Mundo De Sofia
- O Mérito Da Pedagogia Deweyana
- Pedagogia Positivista
- Pedagogia Da EducaÇÃo Seculo Xix
- A Educação Pode Tranformar A Sociedade?
- Educação E Sociedade
- A Pedagogia No Século Xix

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online