PUBLICIDADE

Página Principal : Teoria e Crítica


Quem é Osama Bin Laden?



Quem é Osama Bin Laden?

Trata-se de um personagem obscuro cujas informações são bastante controversas.

Diz-se que tenha nascido na Arábia Saudita em 10 de Março de 1957, ou em 30 de Julho do mesmo ano. Casou-se aos 13 anos com uma parente síria. Estudou administração pública na Universidade Rei Abdul-Aziz na Arábia Saudita. Filho de um milionário saudita e herdeiro de uma fortuna de 300 milhões de dólares.

Iniciou suas atividades guerrilheiras quando foi convidado, na sua juventude, por amigos de uma Fraternidade Islâmica a visitar campos de voluntários afegãos e de várias origens muçulmanas a participar de treinamentos para combater o regime comunista de Cabul na Turquia.

A comprovação deste período em sua história vem por meio de informações veiculadas por jornais italianos dando conta de que Bin Laden foi hóspede de um campo de treinamento de combatentes financiado pela CIA -central de inteligência norte-americana- nas imediações de Istambul, na Turquia.

Pode-se dizer que tenha desenvolvido um papel importante na guerra do Afeganistão, durante a incursão das tropas da então União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS).

Isso porque os EUA necessitavam de um aliado na região e pretendiam exercer uma influencia indireta e por não contar com recursos e conhecimentos do local, pretendendo principalmente evitar um novo desastre como ocorrido no Vietnã, aliaram-se a este personagem para que este liderasse um exército inimigo contra as tropas russas.

Ao participar dos treinamentos com a CIA, Bin Laden aprendeu a fazer bombas caseiras das mais variadas formas, fazer caixa 2 para disfarçar movimentações bancárias, esconderijos e esconder-se em adversidades e disfarçar seus posicionamentos, táticas de guerra e táticas guerrilheiras, entre outros.

Durante os anos 80, Bin Laden ainda recolheu fundos com milionários sauditas organizando um fundo afegão de acolhimento de voluntários de diversos países.

Chegou a participar de cinco batalhas contra as forças soviéticas antes da desocupação em 1989.

Com o colapso da URSS, o Afeganistão perdeu importância no cenário ocidental.

Bin Laden perdeu sua conotação sendo direcionado ao ostracismo, momento em que entrou em choque direto contra seu país de origem (Arábia Saudita) que confiscou seu passaporte acusando-o de fazer proselitismo.

Bin Laden mobilizou seus irmãos e amigos da família real saudita a obter uma autorização para "negociar no Sudão". Isso porque este país não lhe era potencialmente hostil.

Passou a ser um hóspede incomodo por se dizer "chocado"com a postura e participação dos EUA na Guerra do Golfo.

Bin Laden passou a definir sua orientação oposicionista aos EUA.

Com apoio do governo dos EUA, a Arábia Saudita tenta sequestrá-lo em uma série de atentados (ao todo 40), contra sua pessoa.

Em 1994 a Arábia Saudita retira sua nacionalidade por interpretar que tenha tido participação no atentado ao estacionamento do World Trade Center em 26/02/1993. Vale lembrar que a Arábia Saudita é um país aliado aos EUA.

Ao que se pode confirmar, Osama não tem gasto o dinheiro de sua herança, tendo sim arrecadado fundos para sua causa militar.

Tem oferecido e exercido papel de influencia armada e organizado recursos para diversos grupos armados como na Tchetchenia. Atualmente é um refugiado que encontrou simpatia por parte do Taleban, movimento fanático que tem a quase totalidade do território afegão sob seu domínio.

Dentre tudo o que podemos observar, Osama Bin Laden é um personagem formado por um cenário hostil onde existiam duas potências, os EUA e a então URSS, ou seja, nasceu durante a guerra fria.

Seu papel enquanto líder guerrilheiro definiu sua personalidade.

Ao ser fadado ao ostracismo, Bin Laden não se familiarizou nem pretendia permanecer nesta situação, preferindo organizar um grupo armado para orquestrar movimentos terroristas em todo o mundo, estabelecendo principalmente um inimigo direto, os EUA.

Ao orquestrar a tragédia nos EUA em 11/09/2001, não deixou por menos, formando outro atentado na Espanha, tão somente porque o governo espanhol manifestou apoio à invasão dos EUA no Iraque.

Fica inegável no entanto, que tenha sido um erro incontestável a formação de sua personalidade guerrilheira com apoio da CIA e do governo dos EUA, pois isso conferiu não apenas os resultados que percebemos com suas atividades, como também dificulta seu aprisionamento.

Bin Laden aprendeu tudo direitinho e ao que parece muito bem, pois até o presente não foi capturado pelos EUA, não se tem notícia do seu posicionamento, não se consegue apreender seus recursos, não se consegue travar suas movimentações bancárias, ao contrário, a cada dia que passa parece que seus recursos aumentam por haverem simpatizantes muçulmanos que patrocinam suas atividades e este, consegue de outra forma, patrocinar atividades guerrilheiras e guerras em outras partes do planeta.

Mas uma coisa me preocupa e muito.

Com a queda da URSS, o país estava no colapso.

Não haviam recursos e a economia em decadencia. Para sair da situação, a Rússia passou a exportar petróleo sem respeitar a OPEP (Organização dos Países Exportadores de Petróleo).

Entre as cenas desastrosas na economia, um grupo de cientistas russos resolveram vender uma arma química.

Isso porque durante o período em que Mikhail Gorbatchev governava a então URSS, ordenou que seus cientistas criassem em laboratório, um novo vírus. Este vírus foi criado com a mistura do Ebola com a Varíola. Não existe cura e pode ser contraído pelo ar.

Ao que se sabe, houve tres compradores e um deles é supostamente Osama Bin Laden.

Não dá para saber o que pode vir por aí se este material estiver realmente nas mãos de um doente como este.


Veja mais em: Teoria e Crítica

Artigos Relacionados


- Relações Internacionais Da Arábia Saudita
- Geopolítica Da Arábia Saudita (formação Política E Territorial) (parte Ii)
- Cenário Arábe-saudita Pós-guerra Fria
- Zonas De Tensão Externa Da Arábia Saudita
- SerÁ Que Bin Laden Tinha RazÃo?
- Geopolítica Da Arábia Saudita (formação Política E Territorial) (parte I)
- Geopolítica Da Arábia Saudita (introdução)

 
Sobre o site: Quem Somos |  Contato |  Ajuda
Sites Parceiros: Curiosidades |  Livros Grátis |  Receitas |  Frases e Citações |  Ciências Biológicas |  Jogos Online